Manifestação na próxima segunda-feira (22) em Planaltina Goiás cobrará melhorias | RP

Uma manifestação está marcada para a próxima segunda-feira (22) em Planaltina Goias. 
A manifestação é organizada por comerciantes locais, empresários e representantes de classes, e deve ter início às 14:30 no posto de combustível do Itapuã em direção à Prefeitura Municipal em carreata.


Segundo eles, a manifestação será em prol de melhorias do serviço prestado pela prefeitura, da operação tapa buracos, e outras melhorias reivindicadas.


O atual Prefeito de Planaltina Goiás, Dr° Davi, diz que o município não tem verbas para realizar obras, tanto que no início do ano foi decretado estado de emergência no município. Durante a participação do Prefeito no programa ‘Goiás na Frente’ na última sexta-feira (19) com presença do Governador de Goiás, Marcone Perillo, Dr° Davi foi muito vaiado enquanto falava e aparentava estar muito nervoso.

Anúncios

Processo de cassação do Prefeito de Planaltina Goiás, Dr° Davi, avança | RP

Na última terça-feira (16) foi ouvida no fórum da cidade a última testemunha no processo de cassação do Prefeito de Planaltina Goiás, Dr° Davi.
Agora, o ministério público e advogados de defesa tem até a próxima quinta-feira (25) para fazer sua considerações finais. Em seguida, o Dr° Alano dará a sentença.


DR° DAVI E A VICE NA REUNIÃO NA EMPRESA EXPRESSO PLANALTINA NO PERÍODO ELEITORAL (IMAGEM:DIVULGAÇÃO)


A Rede Plan divulgou uma matéria durante o período eleitoral denunciando a reunião e também uma suposta propaganda eleitoral com banners dentro dos ônibus da empresa.


As testemunhas confirmaram a reunião na empresa ‘Viação Expresso Planaltina’, empresa essa que monopoliza o transporte público de passageiros para o DF em Planaltina Goiás desde a saída da Rápido Planaltina e de empresas temporárias. Segundo as testemunhas, foi pedido voto e solicitado a entrega de currículos durante a reunião.

Em uma das últimas audiências realizadas, uma das testemunhas saiu do fórum presa após negar que houve reunião na garagem da empresa Expresso Planaltina no período eleitoral e só foi liberada após pagar fiança e terá que responder judicialmente por ter mentido.


IMAGENS DA REUNIÃO NA EMPRESA NO PERÍODO ELEITORAL COM POLÍTICOS. (IMAGEM:DIVULGAÇÃO)

O vereador ‘Carlinhos imperador’ foi citado como um suposto organizador da reunião, oque pode figurar entre os cassados. Ele aparece nas imagens.



IMAGEM: DIVULGAÇÃO

Mais um feto é encontrado na estação de tratamento de esgoto em Planaltina Goiás | RP

Na tarde da última terça-feira (16), policiais militares foram até a ETE-Estação de Tratamento de Esgoto de Planaltina Goiás após funcionários informarem terem encontrado um feto com pouco mais de 25 centímetros e do sexo masculino dentro da grade de coleta de objetos.

O feto estava envolto em uma sacola plástica e visivelmente formado. Após o trabalho da polícia técnico científica, o feto foi removido para o IML – Instituto médico legal e o caso deve ser investigado.

IMAGEM: Ilustrativa

FONTE: Delegado Cristiomário

Dois detentos fogem da cadeia pública de Planaltina Goiás e apenas um é recapturado | RP

Na manhã desta quarta-feira dois detentos fugiram da cadeia pública de Planaltina Goiás, que fica ao lado da Escola Municipal Darcy Ribeiro.


No momento em que os detentos pularam o muro da escola, estava sendo realizada a aula da escola cívica brasileira. O major de escola cívica fez a abordagem e deu voz de prisão. Um foi capturado e o outro conseguiu fugir, trata-se de José Pedro Cardoso dos Santos, que responde por homicídio.

Qualquer informação deve ser passada pra polícia pelo 190


IMAGENS: Divulgação

Jóias roubadas de joalheria no Premier Shopping estava sendo vendida na feira | RP

Na tarde desta terça-feira a Polícia Militar recebeu informações de que havia duas mulheres vendendo jóias roubadas na feira coberta da cidade. Ao abordarem as duas suspeitas, foi encontrado: 07 porções aparentemente de cocaína;

02 pares de brinco prateado;

05 anéis e 01 aparelho celular


Os policiais conseguiram tirar das duas mulheres a informação de onde ficava a casa de um dos participantes do assalto no Premier Shopping. Na residência localizada na QD.16 Norte, um indivíduo percebeu a presença da PM e fugiu pulando os muros. Na casa, foi encontrado:

01 identidade além de uma pequena barra de prata;

01 estojo com várias amostras de perfumes Hinode;

07 colares prateados com etiqueta;

11 pulseiras prateadas com etiquetas;

01 bracelete prateado;

08 pares de brincos, sendo 03 dourados e 05 prateados;

03 brincos avulso;

07 anéis de diversos modelos;

01 jogo de rodas liga leve com pneus usados;

01 televisão tela plana de 40 polegadas e diversas ferramentas caracterizando ser usadas em roubos e furtos de veículos e estabelecimentos comerciais.


As autoras foram encaminhadas ao CIOPS para procedimentos. Foi realizado o B.O.C em desfavor das autoras tendo em vista serem menores de idade.


Participou da ocorrência:

-CABO AMORIM

-CABO RONI VON

-CABO MENDONÇA

-SOLDADO PEREZ

-SOLDADO LEMOS

-SOLDADO FERREIRA


IMAGENS/FONTE: PM

Depois de 5 meses, prefeitura começa a tapar os buracos nas ruas da cidade | RP

 Começou na manhã de hoje (10) a operação para tapar os buracos da cidade. O trabalho foi acompanhado pelo prefeito de Planaltina Goiás, David Alves (Dr. Davi) pelo secretário de obras, Marcionílio (pipoca), pelo vereador Aroldo junto ao presidente da NovaCap, Júlio Menegoto, que veio até Planaltina para conhecer a situação do município e também para traçar metas para o apoio na pavimentação asfáltica com parceria do governo municipal.

O material adquirido deve atender toda a demanda da cidade, porém o trabalho será um pouco demorado devido tantos buracos. A Prefeitura diz que a operação tapa buraco será emergencial, pois a cidade necessita de um recapeamento total, mas isso só será possível após a aprovação do convênio no programa ‘Goiás na Frente’, que tem em vista um repasse de 5 milhões de reais em pavimentação.


IMAGENS/FONTE: Prefeitura Municipal de Planaltina Goiás

VÍDEO: Ex-dirigentes confirmam que PROS vendeu tempo de TV ao PT em 2014 | RP

Ex-dirigentes do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) confirmaram à revista “Veja” a informação de delatores da Odebrecht de que a legenda vendeu seu tempo de rádio e tv à campanha de Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014. VEJA A REPORTAGEM DO JORNAL NACIONAL CLICANDO AQUI

Ainda de acordo com a revista, esses dirigentes afirmaram que o PROS vendeu, por R$ 2 milhões, seu tempo de rádio e tv para candidatos que disputavam eleição para governos estaduais em 2014.


De acordo com eles, a venda foi feita às campanhas de Paulo Skaf, candidato do PMDB em São Paulo; Delcídio do Amaral, candidato do PT em Mato Grosso do Sul; Marconi Perillo, candidato do PSDB em Goiás; e Anthony Garotinho, candidato do PR no Rio de Janeiro.


O PROS negou, em nota, as acusações. De acordo com o partido, todas as doações de campanha que recebeu foram “devidamente prestadas a Justiça eleitoral.” O PROS afirmou ainda que os ex-dirigentes do partido que falaram à revista “não fazem parte do PROS, foram expulsos do partido e desde então tentam intervir na executiva por meio de ações judiciais infrutíferas, inclusive, com uma delas extinta diante da ilegitimidade ativa deles.”


O presidente Michel Temer afirmou que não vai se pronunciar. O PT disse que não vai comentar as denúncias. A reportagem contatou a assessoria da ex-presidente Dilma Rousseff, mas não havia obtido reposta até a última atualização desta reportagem.

Veja ao fim da reportagem o que dizem os partidos e políticos citados.

Em depoimento ao Ministério Público Federal dentro de acordo de delação premiada no âmbito da Lava Jato, o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht, Alexandrino Alencar, afirmou que o PT orquestrou um esquema para a compra do tempo de rádio e tv de cinco partidos que faziam parte da coligação de apoio à candidatura de Dilma: PROS, PCdoB, PRB, PDT e PP.


De acordo com Alexandrino, cada partido receberia R$ 7 milhões, que foram pagos pela Odebrecht. Ainda de acordo com ele, o intermediário da operação foi o então tesoureiro da campanha presidencial de Dilma, Edinho Silva, hoje prefeito de Araraquara (SP).

De acordo com a mais recente edição da revista “Veja”, o ex-deputado federal pelo PROS Salvador Zimbaldi admitiu que recebeu de Alexandrino Alencar um pacote contendo dinheiro, que foi repassado ao partido.

Zimbaldi, de acordo com a revista, disse que ficou sabendo depois que dentro do pacote havia R$ 500 mil e que se tratava de parte do pagamento pela venda do tempo de tv do PROS ao PT.

O ex-deputado contou, ainda segundo Veja, que pegou o pacote a pedido do presidente do PROS, Eurípedes Junior. Depois de recebe-lo das mãos de Alexandrino Alencar, contou Zimbaldi, o pacote foi entregue a um funcionário do partido, que o levou a Brasília.

Por meio de nota, o presidente do PROS, Eurípedes Junior, afirmou que “nega com veemência as acusações.”

O ex-tesoureiro e fundador do PROS, Niomar Calazans, disse à revista ter testemunhado a transação. Ele afirmou que, antes do primeiro turno da eleição de 2014, Eurípedes Junior, que estava negociando o tempo de tv com o PT, teria comentado com ele: “vai entrar uma grana boa aí, fechamos acordo com a Dilma.”

Segundo Calazans, o dinheiro teria ido para o bolso do presidente do partido e abastecido campanhas políticas na forma de caixa dois.

O presidente de honra do partido, Henrique José Pinto, também acusa o atual presidente Eurípedes Junior. Ele disse que, na época, chegou a comentar com Eurípedes se os R$ 7 milhões não eram dinheiro demais. Segundo Henrique José Pinto, Eurípedes teria respondido: “é pouco, vale R$ 50 milhões.”

Henrique José Pinto, de acordo com a revista, também afirmou que o PROS vendeu tempo de rádio e tv às campanhas de Paulo Skaf, candidato do PMDB em São Paulo; Delcídio do Amaral, candidato do PT em Mato Grosso do Sul; Marconi Perillo, candidato do PSDB em Goiás; e Anthony Garotinho, candidato do PR no Rio de Janeiro.

O presidente de honra do PROS, afirmou, segundo a Veja, que “o Eurípedes pediu R$ 10 milhões a cada candidato nos estados, mas acabou fechando por R$ 2 milhões.”

O que dizem os citados

PROS

“O PROS preza pela autonomia das executivas estaduais, respeitando as conjunturas políticas locais e as diretrizes partidárias, no que se refere às suas bandeiras de atuação, como por exemplo, a redução de impostos e as políticas públicas voltadas para a saúde, educação, segurança, transporte, energia renovável, agricultura sustentável, turismo e cultura, entre outras áreas. Não houve enriquecimento do presidente do partido. Com relação a Salvador Zimbaldi, que era o presidente do estado de SP na época e não é mais, ele que responda pelas acusações feitas a ele. Não houve qualquer pedido do presidente nacional do partido para que ele recolhesse qualquer valor de doação eleitoral ilegal”, diz o partido na nota.


O PROS afirmou ainda que “todas as suas doações de campanha foram devidamente prestadas a Justiça eleitoral”. Informou ainda, sobre os ex-dirigentes citados pela “Veja”, que “essas pessoas que confirmaram algo não fazem parte do PROS, foram expulsos do partido e desde então tentam intervir na executiva por meio de ações judiciais infrutíferas, inclusive, com uma delas extinta diante da ilegitimidade ativa deles.”


PDT

“Em primeiro lugar é importante esclarecer que o ônus da prova cabe ao acusador. O PDT foi o primeiro partido político que declarou oficialmente apoio à chapa de Dilma Rousseff. Foi no dia 10 de junho de 2014, quando a então candidata Dilma Rousseff foi ao partido em ato público amplamente divulgado pela imprensa. Isso já comprova, diante das datas apresentadas pelo delator, que o anúncio aconteceu meses antes do suposto pagamento. O PDT irá agir no âmbito da Justiça e tomar as medidas necessárias para que o delator comprove o que afirmou. Para nós está clara a tentativa de ganhar algum tipo de benefício contra seus crimes, inventando calúnias contra o PDT.”


Edinho Silva

O prefeito de Araraquara, Edinho Silva, que foi tesoureiro da chapa Dilma/Temer em 2014 afirmou em nota que “a grande maioria dos partidos que formavam a coligação de 2014 já integrava o governo. Portanto, era natural que apoiassem sua reeleição.”

Edinho Silva disse ainda ser “muito estranho acusar as alianças da campanha Dilma de compra de tempo de televisão já que todas as demais candidaturas também formaram alianças” e que “causa estranheza tal acusação, mais estranho ainda que uma empresa do porte da Odebrecht não tivesse autonomia para optar pela legalidade de suas doações.”

Ele afirmou ainda que “sua atuação como coordenador financeiro se deu dentro das normas legais e as doações estão declaradas ao TSE.”


Anthony Garotinho

Garotinho afirmou que “nunca ouviu falar desse assunto.”


Marconi Perillo

“A formação da coligação eleitoral do governador Marconi Perillo se deu segundo critérios de afinidade propositiva, estritamente de acordo com as regras estabelecidas pela legislação eleitoral.”


Paulo Skaf

Skaf disse desconher totalmente o assunto.


Delcídio do Amaral

“O PROS compôs a chapa majoritária ao governo de MS com consequente apoio ao partido e aos seus candidatos conforme demonstrativo do TSE”, disse o ex-senador. Delcídio afirmou ainda que “o mesmo apoio ocorreu com os demais partidos que compuseram a chapa do Delcídio.”

A reportagem entrou em contato mas não havia obtido, até a última atualização deste texto, retorno de PCdoB, PP e PRB.

FONTE/IMAGENS: TV Globo/G1

Justiça determina o retorno de Rivael Borges para a procuradoria de Planaltina Goiás | RP

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás determinou em 2ª Instância o retorno do advogado Dr. Rivael Borges ao posto de Procurador Municipal de Justiça de Planaltina. 
Um Acórdão publicado em 18 de Abril de 2017 e assinado pelo Relator do processo, o Desembargador Ivo Favaro deu parecer favorável para Dr° Rivael Borges, ordenando o seu retorno, atestando sua aptidão e idoneidade para desempenhar o cargo de Procurador.


IMAGENS/FONTE: Jornal Feira de ideias

Processo de cassação do prefeito Dr° Davi avança e testemunha de defesa é detida | RP

Aconteceu nesta quinta-feira (27) a continuidade da audiência de julgamento do Prefeito de Planaltina Goiás, Dr° Davi. Uma testemunha faltou à audiência por que estava viajando e o Juíz marcou a continuidade da audiência para o dia 08/05 ás 13:00 para que a última testemunha seja ouvida.


Após mais de 6 horas de audiência, uma testemunha de defesa acabou sendo detido por falso testemunho, negou que houve uma reunião na empresa ‘Viação Expresso Planaltina’ e que se falou sobre transporte e acabou sendo levado para o CIOPS preso. O clima também ficou tenso entre advogado de defesa de Davi e Juíz.


Todas as testemunhas confirmaram que houve reunião tanto na casa do candidato a vereador como na sede da empresa. Outras testemunhas também confirmaram que houve pedido de voto.

O desfecho dessa história segue nos próximos capítulos e a gente acompanha tudo.


IMAGEM: Facebook/DrDavi

FONTE: Internet

aconteceu, virou notícia.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: