Arquivo da categoria: NOTÍCIAS

Planaltina Goiás

Brasil registra média móvel diária de 784 mortes por coronavírus, a menor dos últimos 112 dias | RP

A média móvel de mortes covid-19, que registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana, atingiu o menor patamar dos últimos 112 dias. O registro nesta segunda, 7, foi de 784 óbitos em média a cada 24 horas pelo novo coronavírus. Pela primeira vez desde 19 de maio o número foi inferior a 800 mortes de média. Desde 18 de maio, quando marcou média móvel de 749 óbitos, o índice não era tão baixo.

Segundo o consórcio de veículos de imprensa, formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, foram registrados nas últimas 24 horas 9.992 novos casos e 315 óbitos segundo levantamento realizado nesta segunda, 7, em conjunto com as secretarias estaduais de Saúde.

No total são 127.001 mortes registradas e 4.147.598 pessoas contaminadas no Brasil. Segundo o balanço mais recente do Ministério da Saúde, desta segunda às 18h30, são 3.355.564 pessoas recuperadas do coronavírus em todo o País e outros 665.270 casos ainda em acompanhamento.

O Estado de São Paulo registrou 1.608 novos casos e 24 mortes, chegando a um total de 857.330 contaminados e 31.377 óbitos. Já o Estado do Rio de Janeiro registrou 25 mortes por covid-19 e 2.218 novos casos da doença no período de 24 horas, segundo boletim divulgado na tarde desta segunda-feira pela secretaria estadual de Saúde. Até agora, 16.593 pessoas morreram em função do coronavírus no Estado do Rio, que registra 233.052 casos.

Parceria
O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia. E se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

Nesta segunda, 7, o Ministério da Saúde informou que o Brasil contabilizou 10.273 novos casos e 310 óbitos nas últimas 24 horas. No total são 4.147.794 casos confirmados e 126.960 mortes por covid-19. Os números são diferentes dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados. (Com informações de Estadão)


REDE PLAN • Aconteceu, virou notícia.


Criança encontra cobra sucuri em piscina de resort em Goiás | RP

O que era para ser um passeio tranquilo junto à natureza, acabou se transformando em um grande susto para Heitor Alves do Carmo, de 8 anos. É que o menino nadava em uma das piscinas naturais do Parque das Fontes, uma área exclusiva para hóspedes do Rio Quente Resorts, em Goiás, quando avistou uma sucuri nadando pelo local no último sábado (5/9).
Segundo relatos da mãe de Heitor, Daysa Alves de Souza, o menino saiu de perto da cobra assim que a avistou. Logo depois, a família fez um vídeo do animal. “Estava no Parque das Fontes, e meu filho sabe nadar muito bem, a gente fica de olho. Ele chegou na parte onde sai uma água quentinha. Quando ele sentou, a sucuri estava do lado dele. Ele se assustou demais e saiu correndo”, declarou a mãe, em entrevista ao portal G1.


REDE PLAN • Aconteceu, virou notícia.


Mais de 25 milhões foram infectados pelo coronavírus no mundo | RP

Mais de 25 milhões de pessoas foram infectadas pelo coronavírus no mundo, segundo dados divulgados pela Universidade Johns Hopkins neste domingo (30).

Estados Unidos lidera a lista, com 5.961.884 infectados, seguido do Brasil (3.846.153), Índia (3.542.733) e Rússia (987.470)

Até o momento, são 842.992 mortes pela covid-19 em todo mundo.

Estados Unidos e Brasil são os países com maior número de mortes pela doença, sendo 182.785 e 120.262, respectivamente.

Em seguida aparecem México (63.819), Índia (63.498) e Reino Unido (41.585).

Em contrapartida, 16.442.055 já se recuperaram da doença em todo mundo. Os países com números mais altos são Brasil (3.202.185), Índia (2.713.933) e Estados Unidos (2.140.614).


REDE PLAN • Aconteceu, virou notícia.


DPE-GO fará audiência para medir repercussão da não retomada de aulas presenciais | RP

A Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO) realizará, na próxima segunda-feira (31/8) uma audiência pública com o objetivo de promover um debate e levantar informações quanto às repercussões da não retomada das aulas presenciais nas instituições de ensino públicas e particulares do estado, assim como os impactos dessa medida na vida das famílias e dos alunos que se encontram em situação de vulnerabilidade, considerando o atual contexto da pandemia da covid-19.

Conforme informações veiculadas pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), a reunião será virtual e poderá ser acompanhada, ao vivo, das 14 às 16h do dia 31/8 pelo site e pelas redes sociais da Defensoria Pública. O link da audiência estará disponível no site da DPE-GO.

Além disso, também haverá espaço para ouvir a opinião da sociedade civil. Os interessados em participar poderão se inscrever por meio dos links disponibilizados nas redes sociais da DPE-GO ou procurar pessoalmente a sede administrativa do órgão. A confirmação da participação será encaminhada por e-mail até a próxima sexta-feira (28/8).

A DPE-GO vai disponibilizar, no horário da audiência pública, um espaço na sede administrativa do órgão para que as pessoas possam participar. Mas para isso é necessário fazer uma solicitação prévia. O pedido deve ser formalizado até a sexta-feira, 31/08.


REDE PLAN • Aconteceu, virou notícia.


Goiás supera marca dos 130 mil casos confirmados de Covid-19 | RP

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informou, na tarde deste sábado, 29, que há 130.357 casos confirmados de coronavírus em todo o Estado. Dentre eles, mais de 120 mil pessoas já estão recuperadas e 3.060 tiveram óbitos confirmados.

Segundo o balanço divulgado pela pasta, quase 200 mil casos seguem sob investigação. Outros 98.011 já foram descartados.

Diante da quantidade total de óbitos confirmados, o percentual de letalidade da Covid-19 no Estado representa uma taxa 2,35%. No entanto, outros óbitos ainda seguem sob investigação. São, ao todo, 223 suspeitos. Quanto aos descartados, o número se aproxima dos 1.200.


REDE PLAN • Aconteceu, virou notícia.


IBGE estima população de 7,1 milhões em Goiás com concentração superior aos 20% em Goiânia | RP

Segundo um levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Estado de Goiás possui atualmente 7,113 milhões de habitantes distribuídos em seus 246 municípios. No ano passado, a estimativa era de 7,018 milhões, o que indica uma taxa de crescimento de 1,4% entre 2019 e 2020.

O estado segue como a 12ª unidade da Federação mais populosa, representando 3,4% da população brasileira total. A Projeção de 2020 indica que o Brasil possui 211,8 milhões de habitantes distribuídos em seus 5.570 municípios.

Em Goiás, o município mais populoso é a capital, Goiânia, com com 1,54 milhão de habitantes. Goiânia faz parte, inclusive, dos 17 municípios brasileiros com população superior a um milhão de moradores. Ela é a 10ª cidade mais populosa do país e concentra mais de 20% da população de todo o Estado. No ranking, capital fica logo abaixo de Recife, com 1,65 milhão de habitantes e acima de Belém, com 1,50 milhão.

Ainda segundo os relatórios apresentados pelo IBGE, cerca de 68% da população goiana mora em cidades com mais de 50 mil habitantes sendo o segundo município mais populoso o de Aparecida de Goiânia com com 590 mil habitantes. Na sequência aparecem os municípios de Anápolis (392 mil habitantes) e Rio Verde (241,5 mil habitantes).

O estudo também mostrou que três municípios goianos possem menos de 1.500 habitantes. Anhanguera é o menos populoso dos 246. A cidade conta com apenas 1.160 habitantes segundo a estimativa deste ano.
Além dele, outros dois municípios goianos fazem parte 30 municípios brasileiros cuja população é inferior a 1500 pessoas. São eles: Cachoeira de Goiás (1.342 habitantes) e São João da Paraúna (1.345 habitantes).


REDE PLAN • Aconteceu, virou notícia.


Mais de 2.300 servidores estaduais pediram licença por Covid-19 | RP

Dos 91.299 servidores estaduais ativos, 2.310 pediram licença em razão da contaminação pelo coronavírus Sars-Cov-2 desde o início da pandemia em Goiás. Segundo o último levantamento realizado pela Secretaria de Estado da Administração (Sead) , 271 servidores estão afastados por licença médica depois de apresentarem teste positivo para a Covid-19.
O estado realizou 48 mil testes entre os profissionais da Segurança Pública e da Saúde, 24 mil em cada pasta, considerados na linha de frente para o controle da epidemia em Goiás.
Além disso, o estado adotou a modalidade de teletrabalho logo no início da pandemia. Mais de 40 mil servidores estão, atualmente, no exercício de suas funções à distância.

Organizações Sociais

Dentre os profissionais de saúde que trabalham em hospitais e unidades de saúde do estado contratados pelas Organizações Sociais (OS), 1.157 foram afastados por infecção pelo coronavírus. Esses profissionais são contratados por meio Pessoa Jurídica (PJ) ou pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
Não estão contabilizados os profissionais que atuam no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime de Pirenópolis, Hospital de Urgências da Região Sudoeste (Hurso), Santa Helena, CREDEQ (Aparecida de Goiânia), os Hospitais de Campanha de Itumbiara, São Luís de Montes Belos e Águas Lindas de Goiás.

Protocolo

A Sead orienta que servidores que apresentarem sintomas relacionados à infecção causada pelo coronavírus ou que tiverem o resultado de teste positivo são orientados pela secretaria a procurar atendimento médico online para avaliação clínica.
A partir do atestado médico que confirme positivo para o vírus, devem realizar a solicitação da licença para tratamento de saúde, a ser homologada pelo médico perito da Junta Médica Oficial do Estado.


REDE PLAN • Aconteceu, virou notícia.


De: Jornal Opção

Auxílio na preparação para o Enem, plataforma do Governo de Goiás possibilita correção automática de redações | RP

Há cinco meses da aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Governo de Goiás anunciou nesta quinta-feira, 27, a criação de plataforma para auxiliar os estudantes goianos na preparação para o teste. A Plataforma de Correção Automática e de Ensino de Redação foi desenvolvida em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG).

Agora em fase de teste, a ferramenta corrige as redações dos alunos conforme as competências exigidas pelo Enem. As primeiras unidades a testarem a nova ferramentam estão sendo os colégios estaduais Jardim Europa e Murilo Braga.

Após o período de avaliação e adequações, a equipe da Superintendência de Tecnologia da Seduc deve estender o uso desta tecnologia para todas as unidades da rede estadual de Educação.

Funcionamento

Ao todo, a Plataforma de Correção Automática e de Ensino de Redação considera cinco critérios na correção das redações: domínio da escrita formal da língua portuguesa; compreensão do tema; seleção, organização e interpretação de informações para a defesa de um ponto de vista; uso de mecanismos linguísticos para a construção da argumentação e respeito aos direitos humanos.

Funciona da seguinte forma: o estudante redige o seu texto na plataforma, que faz a correção automática com base nas competências exigidas pelo Enem. A partir das notas atribuídas automaticamente pela plataforma e do feedback do professor regente, o aluno pode reescrever e reenviar a redação para uma nova avaliação.

Segundo a equipe da Superintendência de Tecnologia da Seduc, na plataforma o estudante também terá acesso a um fórum, mediado por professores e que funcionará como um plantão de dúvidas. A intenção é que, após a atribuição das notas pela ferramenta, o estudante possa sanar suas dúvidas sobre a escrita e as possibilidades de melhorias no texto com um professor.

Preparação para o Enem

Além da Plataforma de Correção Automática e de Ensino de Redação, o Governo de Goiás oferece aos estudantes do Ensino Médio aulas específicas para a prova de redação no programa Goiás Bem No Enem. Semanalmente, nas redes sociais do programa e no Portal Net Escola, são disponibilizadas videoaulas e dicas de especialistas para auxiliar na produção dos textos.

Todas as segundas-feiras, professores do Goiás Bem No Enem também fornecem dicas de filmes e de leituras que podem contribuir na construção da argumentação e com informações para a elaboração da redação.


REDE PLAN • Aconteceu, virou notícia.


De: Jornal Opção

Laudo confirma que carregador causou choque que matou adolescente | RP

Análises confirmaram que a morte do adolescente João Vitor Domat Remus, 13 anos, foi, de fato, provocada por choque elétrico decorrente do carregador de celular. A Ordem dos Advogados do Brasil no DF (OAB-DF) teve acesso ao primeiro laudo, comprovando a causa. Charles Bicca, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, Adolescente e Juventude da OAB-DF informou que o laudo do aparelho deve ser entregue ainda nesta semana, o que irá demonstrar melhor em que circunstâncias a tragédia ocorreu. “Estamos acompanhando o caso desde o início para assegurar a proteção integral prevista em lei a todas as crianças e adolescentes que podem estar sujeitos ao mesmo risco”, declarou Charles.

O choque aconteceu na noite de 28 de julho, em Palmas, capital do Tocantins, onde a família estava morando. Ele havia pedido para usar o carregador da irmã, e acabou levando um choque ao encostar no plug macho de um aparelho que quebrou, dentro de uma extensão, com poucos dias de uso. O adolescente ainda foi levado para o Hospital Geral de Palmas (HGP), onde a equipe médica conseguiu reanimá-lo. Mas, após 10 dias internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele não resistiu. João Vitor morreu, em 6 de agosto, e foi sepultado dois dias depois.

Campanha

O caso motivou a OAB-DF a iniciar a campanha “Crianças e eletrônicos: perigo à vista”, com o objetivo de conscientizar pais e responsáveis alertando para importantes cuidados na hora de comprar eletrônicos. Além de verificar se os aparelhos são aprovados pelos órgãos fiscalizadores, é imprescindível supervisionar o uso de celulares, carregadores, videogames e eletrônicos em geral.

A ordem fará uma palestra em parceria com o especialista Alexandre Garcia Barbosa, Diretor do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), médico pediatra da Secretaria de Saúde do DF e médico do Resgate Aeromédico do Corpo de Bombeiros Militar do DF (Helicóptero), dando as devidas informações de segurança. A apresentação será feita no canal do YouTube da OAB-DF, em 9 de setembro, às 19h.


REDE PLAN • Aconteceu, virou notícia.

Via: Correio Braziliense