Arquivo da categoria: POLÍTICA

Vereador Raimundo Good’s se afasta e suplente assume a cadeira na Câmara | RP

O empresário e pioneiro de Planaltina, Francisco Belarmino, tomou posse na última quinta-feira. Chiquinho, como é conhecido, é suplente do vereador Raimundo Good’s (PSB). O novo vereador fala da sua vontade em fazer algo por nossa cidade, ele também sabe que é um momento difícil politicamente e afirma que vai dá o melhor de se e vai focar seus esforços na área da saúde.

O vereador chegou em nossa cidade em 1992, na época para trabalhar com seu tio Barroso, o então empresário do Supermercado Barroso. Desde então nutriu o sonho em alcançar uma cadeira na Câmara Municipal.

Comerciante do ramo de hortifrutigranjeiro, Francisco espera contribuir com o debate em busca de soluções para os graves problemas hoje enfrentados no município.

Nas redes sociais, o Vereador Raimundo Good’s explicou o motivo da licença da Casa:

“Venho através dessa rede social informar para todos os meus amigos eleitores, e toda a população Planaltinense que pedi licença da Câmara de vereadores do meu cargo de vereador pelo período de 2 meses para tratar de assuntos pessoais, nesse período ficará no meu lugar o vereador Chiquinho do sacolão.
Que Deus te abençoe meu amigo Chiquinho, que ele esteja a frente de tudo o que você for fazer nesse lugar…”


REDE PLAN • O seu canal de notícias.


TRE-GO alerta: propaganda antecipada pode gerar multa para pré-candidatos e eleitores | RP

O primeiro turno das eleições municipais ocorrerão no dia 4 de outubro deste ano e o segundo turno, se necessário, devem ocorrer no dia 25 de outubro. Desde então, pré-candidatos e eleitores já devem ficar atentos à legislação eleitoral, conforme alerta o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE/GO).

Um dos pontos que mais requerem atenção é quanto a propaganda eleitoral antecipada, que pode gerar multa. De acordo com o calendário eleitoral, a propaganda é permitida somente a partir de 16 de agosto, inclusive na internet.

O TRE-GO alerta que a divulgação de propaganda antecipada pode resultar em multa, de R$ 5 mil a R$ 25 mil, para o responsável e o beneficiário, quando comprovado o conhecimento prévio.

Atenção, pré-candidatos e eleitores!

Conforme a publicação, “até o início da campanha eleitoral, e desde que não haja pedido explícito de votos, a legislação permite exaltação das qualidades pessoais de pré-candidatos e menção à pretensa candidatura, assim como sua participação ou de filiados a partidos políticos em entrevistas, debates e programas de televisão, rádio e internet, devendo ser assegurado o tratamento isonômico pelas emissoras.”

O texto diz ainda que é permitida também a divulgação de posicionamento pessoal sobre questões políticas, inclusive em redes sociais, blogs, sites pessoais e aplicativos.

Datas

A partir de 15 de maio, a campanha de arrecadação de recursos on-line estará liberada, observadas a proibição de pedir votos e as regras relativas à propaganda eleitoral na internet, conforme consta no no artigo 3º, VII da Resolução TSE 23.610/19). A propaganda eleitoral paga na televisão e no rádio é proibida pela Lei das Eleições (Lei 9.504/1997).

Em 16 de agosto serão liberados: o impulsionamento de conteúdo na internet e a veiculação de anúncios na imprensa escrita, a distribuição de folhetos, a realização de carreatas e passeatas, presença de bandeiras ao longo das vias e afixação de adesivos em janelas e carros.

O TRE-GO ressalta ainda que, “durante a campanha eleitoral é livre a manifestação do pensamento na internet, sendo vedado, porém, o anonimato, assegurado o direito de resposta a quem se sentir ofendido.” (De Dia online)


REDE PLAN • O seu canal de notícias


Partidos e políticos do DF se organizam para atuar na eleição do Entorno | RP

As eleições municipais de 4 de outubro podem não ser no quadrado brasiliense, mas, ainda assim, estão diretamente conectadas aos interesses políticos e econômicos da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride), área que engloba 29 municípios goianos, o DF e quatro municípios mineiros. Só nas 12 cidades que fazem limite com a capital, o Entorno, há mais de 600 mil eleitores, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

As áreas vizinhas dividem com a capital infraestrutura, transporte, saúde, educação e segurança pública. Tradicionalmente, os partidos veem nesta relação uma oportunidade para alinhar os interesses entre as regiões. Por esse motivo, mesmo faltando meses para o pleito, a articulação política já começou.

Em 2020, será o primeiro pleito em que os partidos não poderão fazer coligações para eleição de vereadores. As alianças valerão apenas para a escolha de prefeitos. Apesar de ainda não se ter nomes indicados para a disputa, a movimentação começa a aparecer não só dentro das sedes goianas e mineiras vizinhas, como também no meio de políticos do DF.
O governador Ibaneis Rocha (MDB) dará apoio aos correligionários, mas garante que evitará promover um espaço de guerra política na região. “Vou ajudar os candidatos do meu partido. Mas vou tentar ao máximo manter a independência. O Entorno não é território para disputas. Brasília e região precisam de paz, afinal, são territórios da nação”, disse.

Vice-governador do DF e presidente do Avante-DF, Paco Britto identifica esta eleição como um teste para o pleito nacional de 2022. “Vamos nos reunir com o presidente do partido de Goiás em uma reunião em fevereiro. Teremos alguns nomes para os municípios, não em todos, mas onde tivermos o nome de um candidato forte, vamos colocá-lo para prefeito. O fato de não ter as coligações proporcionais influencia nas nominatas. O Avante no DF saiu sozinho, fez quase 100 mil votos e dois deputados distritais sem coligação; então você tem que montar a nominata corretamente, para que ela seja bem votada”, afirmou.

Em Goiás, o PSDB tentará recuperar poder nessas eleições municipais. Os tucanos deram a largada para as articulações da legenda com uma série de 25 encontros regionais em setembro do ano passado. De acordo com o senador e presidente do PSDB-DF, Izalci Lucas, as definições finais devem ocorrer em abril.

“Nos últimos tempos, têm ocorrido muitas trocas de partidos, e temos de esperar para saber quais siglas vão ser coligadas e quais os nomes mais fortes em cada região. Com o fim das alianças para vereadores, muita coisa muda também. Com certeza, por essa razão, a quantidade de partidos menores deve diminuir. Então, teremos que ser mais exigentes com os nomes para candidatos”, explicou.

De acordo com o deputado distrital Chico Vigilante (PT), o Entorno é dependente do DF; portanto, é preciso que o partido tenha prefeitos e vereadores que estejam sintonizados com as ideias e com as políticas da capital do país. “A previsão é de que agora, passado o período de festas, voltemos a nos sentar com o PT de Goiás para alinhar as propostas de candidaturas com políticas que integram o DF e o Entorno”, avaliou.

Também de olho na relação do DF com o Entorno, o Republicanos começou as tratativas com presidentes da sigla nas cidades da região. Municípios como Valparaíso, Novo Gama e Águas Lindas de Goiás estão na mira para a articulação de alguns nomes de candidatos. Segundo o deputado federal Júlio César (Republicanos) a aproximação dos diretórios está em andamento. “Vou começar a aumentar minhas visitas ao Entorno, justamente para fortalecer o partido. Nós temos a perspectiva de alguns candidatos. Em Águas Lindas, temos dois vereadores, um com a tendência de ser candidato a prefeito e o outro tentará reeleição”, citou.

Mudança

De acordo com a deputada distrital Júlia Lucy (Novo), para essas eleições, o partido lançará candidaturas em apenas 70 municípios em todo o país. A maioria em Minas Gerais, estado governado por Romeu Zema, da mesma legenda. Ela avalia como positivas as mudanças na legislação eleitoral e destaca que o Novo disputou as eleições de 2018 sem fazer coligações.
“As legendas de motel, que só servem para angariar o recurso do fundo partidário e ficar se alugando em período eleitoral, vão perder força, e isso é muito bom. Essa é uma eleição muito importante para a eleição federal. Aquele partido que conseguir fazer mais eleitos agora está construindo uma base maior para as eleições presidenciais, e eu acho que o resultado dessas eleições de agora vão provar se o povo está aprovando ou não essa gestão de Jair Bolsonaro”, afirmou. (Com informações de: Correio Braziliense) foto: divulgação


REDE PLAN O seu canal de notícias


Lula pode vir a Goiás em caravana do PT | RP

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva pretende retomar as caravanas pelo país neste ano. A estratégia do ex-presidente com relação as caravanas tem como base conversar com os brasileiros de diferentes regiões do país e fortalecer o debate político. Lula busca não só ficar mais próximo dos seus simpatizantes, mas também ocupar espaço político, gerar fatos e notícias no momento de maior questionamento político, jurídico e institucional quanto aos métodos empregados pela Lava Jato. Decisão sobre as caravanas será tomada no final desta semana e Goiás pode ser um destino.

A presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Kátia Maria, destacou que Lula tem o desejo de voltar a percorrer o país, por este motivo, o Diretório Nacional do PT discutirá o assunto no final da semana.

Kátia Maria destacou que é grande a procura das lideranças para que o presidente passe por determinada localidade. Ela avalia que o ganho político é grande, pela representatividade do ex-presidente da República.

Outro motivo apontado é que no governo de Jair Bolsonaro há perda de uma série de garantias sociais e que Lula contrapõe o atual projeto de governo do país. Ainda não há definição sobre período das caravanas e quais locais ela passará.

De: Diário de Goiás
Foto: reprodução

REDE PLAN O seu canal de notícias


Pesquisa realizada em Planaltina-GO indica favorito à Prefeitura em 2020 | RP

Pesquisa EPP realizada em parceria com o G24H mostrou que o Delegado Cristiomário é hoje o favorito para vencer a eleição para a prefeitura de Planaltina.

No levantamento espontâneo, Cristiomário foi o mais lembrado, com 3,8% das intenções de voto. Em segundo lugar está o Professor Zenilton, que ficou 1,5%. Em terceiro apareceu o atual prefeito Eles Reis, com 1,3%.

Atuante na cidade, que vem sofrendo há anos com a violência, Delegado Cristiomário virou um dos nomes fortes para a prefeitura, em 2020. Na estimulada, o delegado possui 38,3% das intenções de voto, com uma vantagem grande para o segundo colocado, Professor Zenilton, que ficou com 8,3% no levantamento estimulado. Pastor André, com 3,8%, ficou em terceiro.

A atual gestão também foi avaliada na pesquisa EPP/24Horas. Dos entrevistados, apenas 4,5% consideram a gestão como “ótima”; 7,6% como “boa”; 29.9% como “regular”; 16,1% como “ruim” e 35,6% como “péssima”.

A pesquisa entrevistou 528 eleitores em Planaltina, nos dias 21 e 22 de outubro.

Fonte: Goiás24horas

REDE PLAN aconteceu, virou notícia.


Operação ‘Chorume’ do MP-GO cumpre mandados de prisão em Planaltina-GO e mais | RP

Operação Chorume do MP-GO cumpre hoje (18/9) mandados de busca e apreensão e prisão

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) deflagrou, na madrugada desta quarta-feira (18/9), a Operação Chorume, que tem por objetivo desmontar associação criminosa em Planaltina de Goiás. O grupo agiu durante a gestão do ex-prefeito David Alves Teixeira Lima, em 2017, por meio de um esquema ilícito de contratação ilegal de pessoas jurídicas, mediante dispensa de licitação, para a prestação de serviços de coleta de lixo e limpeza urbana no município, sem observar da Lei de Licitações e das demais legislações correlatas.

A apuração, iniciada a partir da instauração do Procedimento de Investigação Criminal (PIC) nº 7/2017, constatou que a associação criminosa tinha envolvimento de agentes públicos e empresários, visando o desvio de recursos públicos, bem como desvendou a prática de fraudes para a celebração de dois contratos administrativos entre o município e as empresas Rode Bem Locação de Máquinas e Equipamentos Ltda. e G.J. Construções e Serviços Ltda., que acarretaram lesão aos cofres públicos no valor de R$ 1.491.060,00.

O Juízo da 2ª Vara Criminal da comarca de Planaltina deferiu a expedição de quatro mandados de busca e apreensão, três mandados de prisão temporária e um mandado de prisão preventiva, para serem cumpridos em Planaltina. Permitiu ainda o cumprimento de três mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão temporária e um mandado de prisão preventiva, para serem cumpridos em Brasília (DF), além de três mandados de busca e apreensão, sendo dois deles contra pessoas jurídicas, e um mandado de prisão temporária, para serem cumpridos na cidade de Barreiras (BA).

A operação tem a coordenação da 4ª Promotoria de Justiça de Planaltina, por meio do promotor de Justiça Rafael Simonetti Bueno da Silva, e conta o auxílio de três promotores de Justiça, bem como dos Centros de Inteligência (CIs) do MP-GO e do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDF), Centro de Segurança e Inteligência do Ministério Público da Bahia (MPBA), dos Grupos de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do MPDFT e do MPBA, das Polícias Civil de Goiás e do DF, bem como da Promotoria de Justiça da Comarca de Barreiras (BA).

Participam da Operação Chorume os promotores de Justiça do MP-GO Rafael Simonetti Bueno da Silva, Douglas Chegury, Fernanda Balbinot e Caroline Yanhez.

(Edição: Cristiani Honório – Texto: Promotorias de Justiça de Planaltina de Goiás /Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

REDE PLAN aconteceu, virou notícia.


Operação prende presidente e controlador interno da Câmara de Formosa | RP

Foi deflagrada nesta quinta-feira, 11, pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) e a Polícia Civil, a operação Número Sete, na cidade de Formosa. O objetivo da ação é cumprir dois mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão contra denunciados pela prática de crimes, no âmbito do Legislativo municipal, por associação criminosa e dispensa indevida de licitações.

Edmundo Nunes Dourado, vereador e atual presidente da Câmara de Formosa, e Humberto Serafim Mendonça, controlador interno da Casa, foram presos preventivamente. As buscas foram cumpridas nas residências dos presos e também nas casas de Daniel da Silva Pereira e Karine Daniela Ribeiro da Silva, ambos ligados à empresa Max Distribuidor, local em que também foi cumprida busca e apreensão.

Além disso, respondem à ação penal ajuizada os denunciados Rodrigo Ferreira Xavier, Ricardo Ferreira Xavier, Leonardo de Castro Rezende, Daniel de Castro Rezende e Jabez dos Reis Oliveira.

Caso

De acordo com o MP-GO, nos anos de 2016, 2018 e 2019, o vereador Edmundo Dourado valeu-se de sua posição como presidente da Câmara, para adquirir diretamente nos estabelecimentos de propriedade dos denunciados, produtos e mercadorias sem a realização do indispensável procedimento licitatório, favorecendo amigos, correligionários e apaniguados.

Punição

Foi determinado o bloqueio de bens dos acusados para assegurar o ressarcimento dos prejuízos ocasionados aos cofres públicos. Neste processo, os envolvidos responderão por improbidade administrativa, que prevê suspensão de direitos políticos, perda do cargo e proibição de contratação com o poder público, assim como reparação dos prejuízos e pagamento de multa, além da responsabilização criminal, com penas que podem chegar a oito anos de prisão.

Fonte: Jornal Opção

REDE PLAN aconteceu, virou notícia.


Foi preso o vereador de Planaltina-GO acusado de integrar esquema do cemitério | RP

Se apresentou à Polícia na manhã desta Segunda-feira (29), o vereador Aroldo Alves do Nascimento, para cumprimento de mandato de prisão.

Ele é suspeito de receber propina de um empresário que atuava no interior do cemitério municipal de Planaltina Goiás. Aroldo foi encaminhado nesta manhã para a cadeia pública local, onde permanece à disposição da justiça.

Na mesma cadeia está preso também outras duas pessoas, acusadas de integrarem o esquema, entre eles o ex-secretário se transportes, preso no início do mês.


REDE PLAN aconteceu, virou notícia.


Fonte: Polícia Civil
Imagem: reprodução/Facebook

Câmara paga R$160 mil reais para empresa fazer vídeos e revolta a população | RP

As redes sociais ficaram bastante movimentadas e o assunto era o polêmico contrato no valor de R$ 160.000,00 (cento e sessenta mil reais) que a Câmara Municipal de Planaltina Goiás está pagando a uma empresa pelo serviço de vídeos institucionais. O contrato vence só em Julho de 2020.

A empresa, ‘Marc Midia Comunicação Eireli’ foi contratada no dia 11 de Junho, como mostra o documento assinado no dia 11 de Junho:

O contrato vence no dia 20/07/2020.

Procurado pela nossa equipe, o Presidente da Câmara, Carlos Lopes Ribeiro, conhecido como Carlim Imperador, ele não respondeu ao nosso questionamento sobre o assunto até o fechamento desta matéria.

Nas redes sociais oque não faltam são comentários de moradores revoltados com o gasto, que na visão deles, é exagerado demais, e desnecessário.

“Carlim Imperador estão trabalhando muito pra isso ? É isso.que justifica querer aumentar o salário?”

, dizia um comentário.

“Como é bom rasgar dinheiro, quando esse mesmo não sai do nosso bolso….”

, dizia outro comentário.

Uma página chama atenção para a não valorização de profissionais da área cinematográfica da região, que resultaria em uma grande economia.

O único vídeo, institucional postado na página oficial da Câmara no Facebook, não parece ter sido tão útil assim, já que obteve apenas pouco mais de mil visualizações até hoje. O vídeo foi publicado no dia 17 do mês passado, praticamente há um mês atrás. Toda uma produção caríssima que ficou “escondida”, e que não chegou à quase ninguém devido a falta de divulgação.

IMAGEM DA INTERNET

REDE PLAN aconteceu, virou notícia.