Arquivo da categoria: SAÚDE

Premier Shopping e Planalto Mall ficam 15 dias fechados devido coronavírus | RP

A pandemia do novo coronavírus está provocando diversas medidas de prevenção em todo o mundo. No Brasil, os estados estão adotando medidas rígidas para evitar aglomerações. E em Goiás, o governador do estado, Ronaldo Caiado, decretou que shoppings centers, feiras e vários outros comércios fechem as portas por 15 dias.

A medida fez com que o decreto municipal n° 599/2020 fosse editado, e agora, além das escolas e academias, os shoppings, galerias, polos comercias, clubes, bares, restaurantes, lanchonetes, boates, casas de espetáculos, similares, clínicas de estética e campeonatos esportivos, TERÃO suas atividades suspensas por 15 dias em todo o estado de Goiás.

Eventos com mais de 100 pessoas estão proibidos. Igrejas não estão mais realizando missas. Órgãos públicos como o Fórum, Vapt-vupt e Justiça Eleitoral, também estão fechados. A prefeitura só funciona no período matutino, e orienta para que as pessoas só busquem atendimentos ou saiam de casa em casos extremos, e obedeçam as orientações das autoridades.

Leia abaixo o decreto:


REDE PLAN • O seu canal de notícias.


Paróquias de Planaltina-GO suspendem missas devido coronavirus | RP

A pandemia do novo coronavírus está provocando diversas medidas de prevenção em todo o mundo. No Brasil, os estados estão adotando medidas rígidas para evitar aglomerações, e em Goiás, o governador do estado, Ronaldo Caiado, decretou que shoppings centers, feiras e vários outros comércios fechem as portas por 15 dias.

A medida fez com que o decreto municipal n° 599/2020 fosse editado, e agora, além das escolas e academias, os shoppings, galerias, polos comercias, clubes, bares, restaurantes, lanchonetes, boates, casas de espetáculos, similares, clínicas de estética e campeonatos esportivos, TERÃO suas atividades suspensas por 15 dias em todo o estado de Goiás.

A medida também fez com que igrejas e paróquias suspendessem por tempo indeterminado as celebrações religiosas.

Eventos com mais de 100 pessoas estão proibidos. Órgãos públicos como o Fórum, Vapt-vupt e Justiça Eleitoral, também estão fechados. A prefeitura só funciona no período matutino, e orienta para que as pessoas só busquem atendimentos ou saiam de casa em casos extremos, e obedeçam as orientações das autoridades.

Leia abaixo o decreto:


REDE PLAN • O seu canal de notícias.


Feira permanente de Planaltina-GO fecha as portas por 15 dias devido coronavírus | RP

A pandemia do novo coronavírus está provocando diversas medidas de prevenção em todo o mundo. No Brasil, os estados estão adotando medidas rígidas para evitar aglomerações, e em Goiás, o governador do estado, Ronaldo Caiado, decretou que shoppings centers, feiras e vários outros comércios fechem as portas por 15 dias.

A medida fez com que o decreto municipal n° 599/2020 fosse editado, e agora, além das escolas e academias, os shoppings, galerias, polos comercias, clubes, bares, restaurantes, lanchonetes, boates, casas de espetáculos, similares, clínicas de estética e campeonatos esportivos, TERÃO suas atividades suspensas por 15 dias em todo o estado de Goiás.

Eventos com mais de 100 pessoas estão proibidos. Igrejas não estão mais realizando missas. Órgãos públicos como o Fórum, Vapt-vupt e Justiça Eleitoral, também estão fechados. A prefeitura só funciona no período matutino, e orienta para que as pessoas só busquem atendimentos ou saiam de casa em casos extremos, e obedeçam as orientações das autoridades.

Leia abaixo o decreto:


REDE PLAN • O seu canal de notícias.


Bares, restaurantes e academias devem fechar as portas em Goiás | RP

Uma nova nota técnica da Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO) que deve ser publicada nesta terça-feira (17) deve determinar o fechamento de academias, feiras, bares, restaurantes – permanecendo somente o delivery-, clubes e cinema, suspensão de jogos do Goianão, consultórios dentários, clubes, shoppings e cinema. A ação é mais uma medida para conter a disseminação do novo coronavírus em Goiás.

No último domingo, uma nota técnica, determinou a paralisação das aulas em todos os níveis educacionais, públicos e privados, por 15 dias, como medida para conter a disseminação do novo coronavírus em Goiás.

Ainda nesta segunda, o governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou que o comércio deverá fechar as portas em Goiás. A paralisação deve ocorrer a partir de quinta-feira (19). A decisão foi divulgada após reunião com o prefeito de Goiânia Iris Rezende (MDB) no Paço Municipal e faz parte de medidas conjuntas de prevenção por conta da pandemia de coronavírus.

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), em Goiás, Fernando Jorge, explicou que nesta manhã irá participar de uma reunião com secretários e representantes do governo para falar sobre a questão. “As especulações são várias. Estamos aguardando as decisões”, pontuou.

Jorge explicou ainda que o impacto de não estar aberto “é horrível” e desde o final da semana passada houve uma redução perceptível de em torno 60% nos bares e restaurantes. (De: O popular)


REDE PLAN • O seu canal de notícias.


Secretária de saúde de Planaltina-GO informa sobre Coronavirus (COVID-19) | RP

A Secretária Municipal de saúde de Planaltina Goiás, Daniela Borges Meneses, emitiu uma nota de esclarecimento sobre os relatos de possíveis casos suspeitos de Coronavírus na cidade, que não passam de FAKE NEWS.

Em grupos de Whatsapp, moradores se preocupavam com um possível caso suspeito de COVID-19, onde na informação que circula, diz que a tal paciente estaria isolada dentro do Hospital Municipal Santa Rita de Cássia. O caso não é verídico, e foi esclarecido. Segundo informações, trata-se de uma paciente internada com suspeitas de um outro vírus, não relacionado ao coronavírus e não oferece riscos.

Outro caso que está sendo compartilhado nas redes sociais e também é falso, é de uma mulher que trabalha na área de psicólogos do CIEM. O caso é verídico, porém ela não é do CIEM de Planaltina Goiás, e sim do CIEM de Goiânia. Portanto, Planaltina Goiás não tem nenhum caso suspeito e nem confirmado do novo coronavírus. A Secretária também informa que todas as medidas cabíveis de biossegurança já foram tomadas, e que o município está preparado para identificar casos suspeitos, caso haja.

Leia a nota abaixo:


REDE PLAN • O seu canal de notícias.


Projeto pede divulgação de vasectomia e laqueadura gratuitas, em Goiás | RP

Um projeto que tramita na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), pede a gratuidade e a divulgação de procedimentos cirúrgicos como laqueadura tubária, vasectomia e a esterilização transcervical, feitos em hospitais e maternidades da rede pública estadual ou conveniados do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com a matéria, o objetivo é “regulamentar em âmbito estadual e divulgar um direito já existente há mais de 20 anos, e que é desconhecido da população do goiana.”

Conforme especificado no projeto de lei (nº 7864/19), a intervenção cirúrgica será realizada somente em pacientes com capacidade civil plena e maiores de 25 anos de idade ou, pelo menos, com dois filhos vivos, desde que observado o prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação da vontade e o ato cirúrgico.

De autoria do deputado Karlos Cabral (PDT), a proposta prevê que durante esse período a pessoa interessada tenha acesso a serviço de regulação da fecundidade, incluindo aconselhamento por equipe multidisciplinar, com o intuito de desencorajar a esterilização precoce.

“Mais que um direito garantido pela Constituição Federal, o planejamento familiar é uma forma que o Estado prevê políticas de acompanhamento populacional, com a ampliação do acesso a informação sobre métodos contraceptivos e os cuidados que devem ser tomados na hora de planejar uma gestação”, justificou o parlamentar.

Com informações de: Dia online


REDE PLAN O seu canal de notícias


Em Goiás, vacina pentavalente começa a ser distribuída | RP

De acordo com a Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), o estado recebeu 29 mil doses da vacina pentavalente, na semana passada. Até esta sexta-feira (17/1) todas as 18 Regionais de Saúde do Estado devem estar abastecidas.

Segundo a SES, a distribuição da vacina pentavalente começou nas Regionais Central e Centro-Sul e pelos municípios de Goiânia e Aparecida de Goiânia, que receberam 6,5 mil e 2,3 mil doses, respectivamente.

Conforme informou a superintendente de Vigilância em Saúde da SES-GO, Flúvia Amorim, “a expectativa é que até 24 de janeiro todas as cidades goianas já tenham as doses disponíveis nos postos de saúde, para atendimento da população”.

A orientação da superintendente é que os municípios regularizem a caderneta de vacinação das crianças assim que os estoques estiverem normalizados. A previsão é que até sexta-feira (17/1) todas as 18 Regionais de Saúde de Goiás estejam abastecidas, para que assim possam iniciar a distribuição aos municípios.

Segundo ela, entre junho e dezembro de 2019, a vacina pentavalente esteve irregular no estado de Goiás devido a problemas do Ministério da Saúde para aquisição da vacina.

De acordo com a Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), a vacina pentavalente é a combinação de cinco vacinas individuais em uma só.

A dose garante a proteção contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a bactéria Haemophilus influenza tipo b, responsável por infecções no nariz, na meninge e garganta. Ainda segundo a SES, esta vacina é aplicada em crianças aos 2, 4 e 6 meses de idade.

Ainda de e acordo com a Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), os reforços e complementações das doses são feitos em crianças a partir de 1 ano.

Este reforço é realizado com a vacina adsorvida difteria, tétano e pertússis/coqueluche (DTP). Além disso, o estado Goiás já foi reabastecido com doses da DTP, vacina que também estava em falta no ano passado.

Com informações de: Diário Online

Foto: reprodução


REDE PLAN O seu canal de notícias


Julgamento de ação contra restrição à doação de sangue por gays é liberado | RP

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta quinta-feira (24), para julgamento uma ação do PSB que contesta restrições impostas pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) à doação de sangue por homens gays.

O julgamento foi interrompido no plenário do STF em outubro de 2017, quando Gilmar pediu vista (mais tempo para análise). Agora o caso está pronto para ser retomado pelo plenário da Corte. Ainda não há previsão de quando o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, vai pautar a retomada do julgamento.

Uma portaria do Ministério da Saúde e uma resolução da Anvisa estabelecem que serão considerados inaptos para doação de sangue – pelo período de 12 meses – os homens que tenham feito relações sexuais com outros homens. Ao recorrer ao STF, o PSB alegou que as normas representam “absurdo tratamento discriminatório por parte do Poder Público em função da orientação sexual”.

Até agora, quatro ministros do STF já votaram para declarar inconstitucional a restrição à doação de sangue por homossexuais: Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux. “A queixa é legítima, há uma norma que trata de maneira discriminatória um determinado grupo. O resultado foi discriminatório, mas acho que a intenção era legítima de proteção da saúde pública”, disse em outubro de 2017 o ministro Barroso, que considerou “desproporcional” o critério adotado pelo ministério.

“Pelos atos normativos impugnados, o período de inaptidão é 12 meses, portanto, um homossexual masculino não poderá doar sangue se tiver uma relação nos últimos 12 meses. Esse critério não se sustenta e ele é claramente excessivo”, criticou Barroso na época.

O ministro Alexandre de Moraes, por sua vez, abriu divergência parcial dos colegas, ao defender a retirada do trecho da resolução da Anvisa que considerava “inaptos” por 12 meses para a doação de sangue os homens que tenham tido relação sexual com outros homens.

Pela proposta de Moraes, os homens que se enquadram nessa situação podem, sim, doar sangue, desde que o material coletado seja armazenado pelo laboratório, aguardando a janela imunológica a ser definida pelo ministério para a realização dos testes. Só depois disso a doação poderia ser efetivada.


REDE PLAN aconteceu, virou notícia.


Via: Exame.com

Laboratório do Hospital Santa Rita está 100% operante e Mamografias voltam a ser feitas | RP

A Secretaria Municipal de Saúde transmite duas boas notícias: a primeira é que o Laboratório de Análises do Hospital Santa Rita de Cássia, após um diligente trabalho de manutenção, está com 100% de seus equipamentos operantes, tanto na área de bioquímica como na de hematologia. A segunda é que o mamógrafo, que esteve temporariamente inoperante, foi consertado, permitindo o reinício das mamografias dentro do cronograma das marcações.


REDE PLAN aconteceu, virou notícia.

Informações de: Prefeitura Municipal de Planaltina Goiás