Arquivo da categoria: CIDADES

Corpo é encontrado em um córrego em Planaltina Goiás nesta quarta (15) | RP

Na tarde desta quarta-feira (15), o corpo de um homem ainda não identificado foi encontrado em um córrego localizado no bairro Jardim das Paineiras, em Planaltina Goiás.

A Polícia Militar preservou o local, e aguarda a chegada da equipe do IML – Instituto Médico Legal, para que seja realizada a perícia e a remoção do corpo. A ocorrência ainda está em andamento.

Havendo mais informações, está matéria será atualizada.


REDE PLAN O seu canal de notícias


Governo vai convocar militares da reserva para conter fila do INSS | RP

O governo anunciou nesta terça-feira (14/1) medidas para conter a fila de quase 2 milhões de pessoas que aguardam a concessão de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social(INSS). Uma das estratégias é reforçar o quadro de pessoal com até 7 mil militares da reserva. O custo será de R$ 87 milhões ao longo dos seis meses de duração da força-tarefa — 14,5 milhões por mês, pelas estimativas do Ministério da Economia.

Com a iniciativa, que deve entrar em vigor até abril, o governo espera que o serviço seja normalizado até o fim de setembro. Ou seja, que em até seis meses o número de requerimentos seja compatível com a capacidade do órgão de analisá-los. Em média, o INSS recebe 998 mil pedidos de aposentadorias e outros benefícios por mês.

Até o fim desta semana, o governo publicará um decreto permitindo a contratação dos militares, que receberão 30% a mais do que ganham na inatividade para engrossar o atendimento nas agências do INSS. Assim, será possível deslocar entre 2,1 mil e 2,5 mil servidores do órgão, que hoje atuam no atendimento, para a análise dos pedidos represados.

“A ideia é que todos sejam analisados, a não ser em casos excepcionalíssimos, dentro dos 45 dias”, explicou o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. Atualmente, 1,4 milhão de pedidos aguardam há mais de um mês e meio. Acima, portanto, do prazo considerado normal pelo INSS. No decreto, também estão previstas medidas de desburocratização no atendimento, como facilitar a autenticação dos documentos e aceitar certidões antigas.

Outros 1 mil funcionários do INSS, que hoje estão afastados das atividades, também poderão voltar à ativa. No total, 1.514 funcionários, hoje afastados, devem passar por perícia médica para avaliar a possibilidade de retomar o trabalho. A expectativa do governo é de que dois terços deles possam voltar para ajudar no processo.

Além disso, o presidente do INSS, Renato Vieira, vai editar uma portaria para restringir a cessão de funcionários a outros órgãos. A ideia é que só possam ser cedidos para cargos comissionados específicos, de DAS 4 ou, eventualmente, para a Presidência da República. Os detalhes ainda serão definidos.

Custos

Marinho afirmou que parte do custo de R$ 14,5 milhões por mês vai ser compensado com a correção monetária que o governo deixará de pagar pela concessão atrasada de benefícios. Mas o valor total, que soma R$ 87 milhões até o fim da força-tarefa, não estava previsto no Orçamento e a origem será anunciada junto com o decreto.

Os recursos necessários devem ser remarcados do Orçamento da Secretaria de Previdência do Ministério da Economia. “É absolutamente pertinente que possamos retirar de outra dotação orçamentária, em função da urgência do tema”, explicou o secretário.

A decisão foi tomada após reunião com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. A estratégia de inserir militares da reserva na força-tarefa foi antecipada pelo presidente, na manhã desta terça. Ele lembrou que a fila “aumentou muito por ocasião da tramitação da reforma da Previdência”.

Estoque

Marinho ressaltou que o estoque de pedidos represados tem diminuído desde que atingiu o auge, em junho de 2019. Naquele mês, 2,3 milhões de requerimentos esperavam resposta. Hoje, há 1,9 milhão nessa situação. O ritmo atual de diminuição do estoque, entretanto, não é suficiente. Se continuasse sem mudanças, o serviço demoraria pelo menos 17 meses para ser normalizado. Um período que o secretário disse considerar “bastante longevo”.

Outro decreto, “extremamente robusto”, será publicado nos próximos 15 dias para detalhar as mudanças feitas na legislação. “Vão estar explicitadas de tal maneira que temos segurança jurídica maior na aplicação das normas subsequentes”, afirmou Marinho.

Tentativas

A falta de funcionários é o principal motivo para a dificuldade do órgão em conceder os benefícios dentro do prazo de 45 dias, limite para o que é considerado dentro do normal. O governo já fez duas tentativas de resolver o problema, em 2018 e em 2019.

A primeira foi a criação da Central de Análise nas Gerências-Executivas, que passou a permitir que servidores pudessem trabalhar de forma remota para analisar requerimentos de benefícios. Servidores de agências com menos demanda poderiam ajudar, a distância, locais com muitos pedidos represados.

Como a medida não foi suficiente, o presidente do INSS, Renato Vieira, criou um programa pelo qual os servidores que trabalhassem além da meta para analisar os requerimentos receberiam um bônus. Isso valia para o teletrabalho.

O INSS admitiu, em nota, que “apesar dos esforços de gestão e do aumento significativo no despacho de benefícios”, o estoque formado em 2018 de processos em análise ainda não foi resolvido.

De: Correio braziliense
Foto: reprodução

REDE PLAN O seu canal de notícias


Bombeiros localizam corpo de adolescente que se afogou na Lagoa de Planaltina-GO | RP

Os bombeiros localizaram agora no final da manhã o corpo de Guilherme Soares de Oliveira, 16 anos.

O corpo foi encontrado pela equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás. Para essa operação, mergulhadores de Planaltina e Formosa atuaram e obtiveram sucesso nas buscas.

O adolescente desapareceu por volta das 15h de terça-feira (14/01) após mergulhar na Lagoa. Segundo banhistas, ele se afogou e desapareceu. Os bombeiros passaram o dia todo fazendo buscas, que encerram às 21h e retornaram na manhã de hoje, logrando êxito na localização do corpo. As informações são do Corpo de Bombeiros de Planaltina-GO.


REDE PLAN O seu canal de notícias


Partidos e políticos do DF se organizam para atuar na eleição do Entorno | RP

As eleições municipais de 4 de outubro podem não ser no quadrado brasiliense, mas, ainda assim, estão diretamente conectadas aos interesses políticos e econômicos da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride), área que engloba 29 municípios goianos, o DF e quatro municípios mineiros. Só nas 12 cidades que fazem limite com a capital, o Entorno, há mais de 600 mil eleitores, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

As áreas vizinhas dividem com a capital infraestrutura, transporte, saúde, educação e segurança pública. Tradicionalmente, os partidos veem nesta relação uma oportunidade para alinhar os interesses entre as regiões. Por esse motivo, mesmo faltando meses para o pleito, a articulação política já começou.

Em 2020, será o primeiro pleito em que os partidos não poderão fazer coligações para eleição de vereadores. As alianças valerão apenas para a escolha de prefeitos. Apesar de ainda não se ter nomes indicados para a disputa, a movimentação começa a aparecer não só dentro das sedes goianas e mineiras vizinhas, como também no meio de políticos do DF.
O governador Ibaneis Rocha (MDB) dará apoio aos correligionários, mas garante que evitará promover um espaço de guerra política na região. “Vou ajudar os candidatos do meu partido. Mas vou tentar ao máximo manter a independência. O Entorno não é território para disputas. Brasília e região precisam de paz, afinal, são territórios da nação”, disse.

Vice-governador do DF e presidente do Avante-DF, Paco Britto identifica esta eleição como um teste para o pleito nacional de 2022. “Vamos nos reunir com o presidente do partido de Goiás em uma reunião em fevereiro. Teremos alguns nomes para os municípios, não em todos, mas onde tivermos o nome de um candidato forte, vamos colocá-lo para prefeito. O fato de não ter as coligações proporcionais influencia nas nominatas. O Avante no DF saiu sozinho, fez quase 100 mil votos e dois deputados distritais sem coligação; então você tem que montar a nominata corretamente, para que ela seja bem votada”, afirmou.

Em Goiás, o PSDB tentará recuperar poder nessas eleições municipais. Os tucanos deram a largada para as articulações da legenda com uma série de 25 encontros regionais em setembro do ano passado. De acordo com o senador e presidente do PSDB-DF, Izalci Lucas, as definições finais devem ocorrer em abril.

“Nos últimos tempos, têm ocorrido muitas trocas de partidos, e temos de esperar para saber quais siglas vão ser coligadas e quais os nomes mais fortes em cada região. Com o fim das alianças para vereadores, muita coisa muda também. Com certeza, por essa razão, a quantidade de partidos menores deve diminuir. Então, teremos que ser mais exigentes com os nomes para candidatos”, explicou.

De acordo com o deputado distrital Chico Vigilante (PT), o Entorno é dependente do DF; portanto, é preciso que o partido tenha prefeitos e vereadores que estejam sintonizados com as ideias e com as políticas da capital do país. “A previsão é de que agora, passado o período de festas, voltemos a nos sentar com o PT de Goiás para alinhar as propostas de candidaturas com políticas que integram o DF e o Entorno”, avaliou.

Também de olho na relação do DF com o Entorno, o Republicanos começou as tratativas com presidentes da sigla nas cidades da região. Municípios como Valparaíso, Novo Gama e Águas Lindas de Goiás estão na mira para a articulação de alguns nomes de candidatos. Segundo o deputado federal Júlio César (Republicanos) a aproximação dos diretórios está em andamento. “Vou começar a aumentar minhas visitas ao Entorno, justamente para fortalecer o partido. Nós temos a perspectiva de alguns candidatos. Em Águas Lindas, temos dois vereadores, um com a tendência de ser candidato a prefeito e o outro tentará reeleição”, citou.

Mudança

De acordo com a deputada distrital Júlia Lucy (Novo), para essas eleições, o partido lançará candidaturas em apenas 70 municípios em todo o país. A maioria em Minas Gerais, estado governado por Romeu Zema, da mesma legenda. Ela avalia como positivas as mudanças na legislação eleitoral e destaca que o Novo disputou as eleições de 2018 sem fazer coligações.
“As legendas de motel, que só servem para angariar o recurso do fundo partidário e ficar se alugando em período eleitoral, vão perder força, e isso é muito bom. Essa é uma eleição muito importante para a eleição federal. Aquele partido que conseguir fazer mais eleitos agora está construindo uma base maior para as eleições presidenciais, e eu acho que o resultado dessas eleições de agora vão provar se o povo está aprovando ou não essa gestão de Jair Bolsonaro”, afirmou. (Com informações de: Correio Braziliense) foto: divulgação


REDE PLAN O seu canal de notícias


Em Goiás, vacina pentavalente começa a ser distribuída | RP

De acordo com a Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), o estado recebeu 29 mil doses da vacina pentavalente, na semana passada. Até esta sexta-feira (17/1) todas as 18 Regionais de Saúde do Estado devem estar abastecidas.

Segundo a SES, a distribuição da vacina pentavalente começou nas Regionais Central e Centro-Sul e pelos municípios de Goiânia e Aparecida de Goiânia, que receberam 6,5 mil e 2,3 mil doses, respectivamente.

Conforme informou a superintendente de Vigilância em Saúde da SES-GO, Flúvia Amorim, “a expectativa é que até 24 de janeiro todas as cidades goianas já tenham as doses disponíveis nos postos de saúde, para atendimento da população”.

A orientação da superintendente é que os municípios regularizem a caderneta de vacinação das crianças assim que os estoques estiverem normalizados. A previsão é que até sexta-feira (17/1) todas as 18 Regionais de Saúde de Goiás estejam abastecidas, para que assim possam iniciar a distribuição aos municípios.

Segundo ela, entre junho e dezembro de 2019, a vacina pentavalente esteve irregular no estado de Goiás devido a problemas do Ministério da Saúde para aquisição da vacina.

De acordo com a Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), a vacina pentavalente é a combinação de cinco vacinas individuais em uma só.

A dose garante a proteção contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra a bactéria Haemophilus influenza tipo b, responsável por infecções no nariz, na meninge e garganta. Ainda segundo a SES, esta vacina é aplicada em crianças aos 2, 4 e 6 meses de idade.

Ainda de e acordo com a Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO), os reforços e complementações das doses são feitos em crianças a partir de 1 ano.

Este reforço é realizado com a vacina adsorvida difteria, tétano e pertússis/coqueluche (DTP). Além disso, o estado Goiás já foi reabastecido com doses da DTP, vacina que também estava em falta no ano passado.

Com informações de: Diário Online

Foto: reprodução


REDE PLAN O seu canal de notícias


Caiado tenta acordo para Enel vender distribuidora em Goiás | RP

O governador Ronaldo Caiado (DEM) se reuniu, nesta terça-feira (14), com o diretor global de Infraestrutura e Rede da Enel, Livio Gallo. Segundo ele, foi sugerida a empresa a venda da distribuidora.

“As pessoas não confiam mais naquilo que eles assinam e nem naquilo que eles dizem”, afirmou Caiado, acrescentando que novamente prometeram contratar “mais de 1.500 pessoas” para melhorar a prestação de serviços.

Para o governador, as promessas da direção da Enel são as mesmas que não foram cumpridas até o momento. No fim, Caiado afirmou que disse à direção da Enel que irá conversar com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e o presidente Jair Bolsonaro, para buscar uma melhor transição, que não foi encontrado ainda com a Enel.

Caiado mencionou até o interesse de outra empresa para assumir a distribuição de energia em Goiás. “Eu tive a oportunidade, ontem (13), de falar com o presidente da EDP, que é uma empresa que presta serviços em alguns estados no país e investem também na geração de energia”, comentou.

Redes sociais

Pelas redes sociais, Caiado divulgou a insatisfação. “Chega, Enel! Desde fevereiro de 2019, ouvimos promessas que nunca são cumpridas. Se vocês não podem oferecer aos mais de 7 milhões de goianos energia de qualidade, tem quem possa! A companhia energética EDP reconhece a força de Goiás e tem interesse em assumir os trabalhos aqui”, escreveu no Twitter pessoal, o governador.


REDE PLAN O seu canal de notícias


Com informações de: Jornal o Hoje

Com informações de: Jornal o Hoje

Bombeiros procuram por jovem que se afogou na lagoa de Planaltina-GO nesta terça | RP

O Corpo de Bombeiros Militar de Planaltina, faz mergulhos neste momento na lagoa Formosa, a procura por um jovem ainda não identificado, que desapareceu na lagoa após ter se afogado na tarde desta terça feira (14).

Segundo informações dos militares, o jovem estava em um clube que fica às margens da lagoa. A guarnição iniciou a procura por volta das 15h da tarde, mas até o momento o jovem não foi localizado.

Segundo banhistas, era por voltas das 15h quando um jovem que nadava pela lagoa, se afogou, e desapareceu. As informações ainda estão sendo atualizadas, e novos detalhes serão anexados a esta matéria ao longo do dia.


REDE PLAN O seu canal de notícias


Com informações de: Brasilinha ação

Projeto proíbe cobrança de taxa de religação de energia em Goiás | RP

Um projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) propõe o fim da cobrança da taxa de religação de energia no estado. A proposta estabelece também prazo máximo de seis horas para reestabelecimento do serviço, após a comprovação do pagamento.

Segundo a matéria, o consumidor pode informar o pagamento do débito no ato da religação ou na sede da concessionária. Além disso, a informação sobre a gratuidade do serviço deverá constar na fatura da unidade consumidora. Em caso de descumprimento, a empresa fornecedora de energia pode receber multa de R$ 1 mil por ocorrência.

De autoria do deputado e presidente da Casa, Lissauer Vieira (PSDB), o projeto defende “os serviços de fornecimento de energia elétrica são essenciais à população, e o atual modelo de cobrança contraria os direitos básicos garantidos em Lei, previstos no art. 22 do Código de Defesa do Consumidor”.

Na justificativa, Lissauer pontuou ainda que “a cobrança da taxa ou tarifa de religação é uma forma enriquecimento ilícito, uma vez que só a empresa pode fazer a religação”.

O projeto foi encaminhado à Diretoria Parlamentar e deve ser analisado pelo colegiado da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) no retorno dos trabalhos parlamentares após ao recesso.

De: Diário Online/foto

REDE PLAN O seu canal de notícias


Temperatura deve chegar aos 33°C nesta terça-feira | RP

O dia começou com a temperatura mais alta nesta terça-feira (14/1). O céu amanheceu com poucas nuvens e muito sol. A mínima registrada foi de 19ºC e a máxima esperada é de 33ºC. No perído da tarde a nebulosidade aumenta mas não há chances de chuvas. A umidade do ar deve variar entre 95% a 30%.

“Hoje e amanhã essa condição de muita nuvem e poucas chances de chuva continuam. Nesses dias a temperatura registrada será mais alta”, alerta Heráclio Alves, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). “O tempo começa a mudar a partir de quinta-feira (16/1), com previsão de pancadas de chuvas”, prevê o meteorologista.

Com a temperatura mais alta em comparação às registradas no início do ano, é necessário ter alguns cuidados durante o dia. O especialistas alerta para a necessidade de reforçar a hidratação e evitar atividades físicas ao ar livre nos períodos mais quentes, como o meio da manhã e da tarde.


REDE PLAN O seu canal de notícias