Aterro sanitário de Planaltina Goiás vira um lixão a céu aberto sem dono | RP

O aterro sanitário de Planaltina Goiás virou um grande depósito de lixo à céu aberto e um grande problema; Lixo hospitalar do DF e de Shopping’s do DF são despejados no local, e não estariam pagando nada.

Em 2018, alguns vereadores da Câmara Municipal foram até o aterro e constataram que ali havia lixo hospitalar, que era encendiado, talvez para que ninguém soubesse que ali era despejado lixo hospitalar, que vinha de um hospital de Brasília.

O chorume transborda, e infiltra no solo. Fumaça é quase que sempre constante, dando sinais de que o lixo continua sendo queimado.

Após uma determinação da política nacional de resíduos sólidos (lei 12.305/10) onde as cidades brasileiras teriam que acabar com seus lixões até agosto de 2010, os municípios que não acabassem com seus lixões a céu aberto iriam responder por crime ambiental, as multas na época eram previstas em 50 milhões.

O vereador Almirando (PROS), lembra que em 2009 começou a se discutir a implantação de um complexo industrial de resíduos sólido, na época o secretário do Meio Ambiente era João Ludugero, o qual realizou várias reuniões com o conselho estadual do meio ambiente, a RIDE, e foi discutida a possibilidade de um consórcio onde facilitaria a implantação de uma usina.

No dia 12 de março de 2012 foi realizada a primeira audiência pública e em seguida foi lançado o edital, logo foi realizada a licitação, e a empresa vencedora foi a Hannover. Na época quem visitava o aterro sanitário não acreditava que toda aquela estrutura era um lixão que exalava mau cheiro e colocava em risco a vida de catadores de matérias recicláveis, o que se via era um campo limpo sem lixo e a ausência de vários pais de famílias que no passado estavam se expondo a doenças transmissíveis.

Planaltina Goiás foi uma das poucas cidades brasileiras que conseguiu acabar com o lixão como determina a lei. Almirando comenta: “A minha indignação é saber que hoje quem passa no antigo aterro sanitário encontra toda uma estrutura que foi investida milhões de reais por uma empresa que quis se estabelecer na cidade, tudo abandonado, barracões, escritórios, caminhões, todo um espaço destinado a famílias trabalharem com segurança e tirar o sustento para suas casas. Pasmem!!! já estão depositando lixo a céu aberto novamente, causando transtornos aos moradores da região. Isso caracteriza falta de administração tanto da antiga como da atual gestão.”

O vereador fez uma denuncia de que estão jogando lixo hospitalar a céu aberto desde a época do prefeito Dr° Davi, e agora o mesmo mau comportamento com o atual prefeito Reis, Shoppings de Brasília estão trazendo também seus lixos e depositando aqui na cidade e não pagam nada. Almirando explicou que o lixão não é um problema para o município é uma solução. Só para se ter uma ideia o antigo aterro sanitário poderia gerar energia com qualidade, e a cidade pode ter uma renda mensal de aproximadamente 200 mil reais.

Na época mais de cinquenta famílias estavam vivendo do trabalho do aterro, mas hoje a realidade é outra, famílias estão disputando espaço com urubus, moscas, baratas, e tudo sem nenhuma estrutura para catar os materiais recicláveis. O vereador informou que já protocolou várias denuncias ao Ministério Público, que tomará as devidas providências.


REDEPLAN aconteceu, virou notícia.


Fonte: Antônio Morais
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s