Todos os posts de redeplan notícias

Covid: Goiás é o Estado com maior incidência de casos por 100 mil habitantes

Goiás é o Estado brasileiro com maior taxa de incidência por 100 mil habitantes de casos do novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, no início de novembro. Os dados são referentes à semana do dia 24 ao dia 30 de outubro. Conforme apontam os números, o Estado registrou uma marca de 122,8 infectados a cada 100 mil habitantes, seguido de Espírito Santo (103,4) e Paraná (84,2).

No entanto, o Estado de Goiás registrou pela primeira vez, desde o início da divulgação do mapa de calor para monitorar o avanço da covid-19, todas as regiões goianas fora de alguma das situações crítica ou de calamidade. No mapa, disponibilizado pela Secretaria de Estado de Saúde e atualizado pela última vez no dia 5 de novembro – costumeiramente é divulgado com novos números às sextas-feiras -, é possível ver todas as zonas de análise na cor amarela.



Imagem à esquerda mostra o mapa da última semana, com apenas uma região em situação crítica; e à direita, o mapa desta semana, com todas as regiões em situação de alerta. (Foto: Reprodução via SES-GO)

Ainda assim, em relação aos outros Estados, os números de Goiás, apesar de estarem em queda, ainda figuram proporcionalmente entre os mais altos. Quando se fala, por exemplo, da taxa de mortalidade, a cada 100 mil habitantes, o número registrado é de 1,8 – quinto maior do País, atrás apenas de Paraná (2,8), Distrito Federal (2,6), Espírito Santo (2,2) e Rio de Janeiro (2). Durante a semana citada, entre os dias 24 e 30 de outubro, Goiás notificou 8.735 casos do novo coronavírus e 129 mortes pela doença.

De acordo com o consórcio da imprensa, que atualiza dados sobre a covid-19 direto com as secretarias de Saúde estaduais, Goiás é o 19º Estado no ranking da vacinação contra a covid-19, quando considerado o esquema vacinal completo (com duas doses ou dose única) – cerca de 47,5% da população imunizada. Para se ter uma noção, em comparação a São Paulo (69,46%), que lidera a lista no País, a diferença é de quase 22%.


Enfermeira inicia processo para aplicação de dose da vacina contra a covid-19. (Foto: Reprodução via Gov.Br)

Em entrevista ao jornal A Redação na última semana, o secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, afirmou que ao menos 700 mil pessoas estão atrasadas para receber a segunda dose da vacina contra a covid-19 no Estado. Ismael lista alguns fatores como possíveis causas para essa demora: “alguns têm noção errada de que estão totalmente imunizados com a primeira dose, outros porque reclamam dos efeitos colaterais da vacina, e também aqueles que não acreditam no imunizante”.

Também ao AR, Alexandrino disse, na última semana, que uma possível flexibilização sobre o uso de máscaras é planejada apenas para quando Goiás atingir a marca de 70% da população com esquema vacinal completo. O titular da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) explicou que a “cautela” também é baseada em experiência de outros países, como por exemplo nações do leste europeu, que flexibilizaram mais cedo as restrições sobre uso das máscaras e agora pagam com possibilidades de novas ondas.

#REDEPLAN •| Aconteceu, virou notícia!

Chapecoense x Flamengo – Confira principais palpites para partida desta segunda pelo Brasileirão

O Flamengo vai a campo nesta segunda-feira (08) para encarar a Chapecoense, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O compromisso está marcado para as 20h (horário de Brasília) e pode levar o Rubro-Negro à vice-liderança do torneio de pontos corridos. No momento, o Mais Querido está a 12 pontos do líder Atlético-MG e, com isso, precisa vencer para manter vivo o sonho do título.

Em meio a isso, a equipe do Coluna do Fla analisou os prós e contras na balança e deixou, de forma individual, alguns palpites para duelo que acontecerá na Arena Condá. Cabe destacar que, em caso de vitória, o Flamengo vai chegar a quatro partidas de invencibilidade na competição nacional.

Ana Beatriz Zayat – Repórter
Chapecoense 0 x 1 Flamengo
Com mais desfalques em relação ao último jogo, Flamengo vai fazer um jogo seguro. Deverá abrir o placar e, como de costume no time do Renato, se fechar. Ainda mais atuando na casa do adversário.

Letícia Marques – Repórter
Chapecoense 0 x 2 Flamengo
Superando os diversos desfalques e para manter vivo o sonho do Brasileiro, o Flamengo vai conseguir os três pontos em cima da Chapecoense. Um placar de segurança para o Rubro-Negro, que seguirá sem ser vazado.

Paula Mattos – Comentarista
Chapecoense 0x1 Flamengo
Em jogo com uma série de desfalques, aliadas as recentes ruins atuações coletivas e até mesmo individuais do Flamengo, 1 a 0 é goleada. Na casa do adversário, a busca vai ser pelo placar mínimo só pra garantir os três pontos e continuar perseguindo o topo da tabela.

Roberto Nazário – Comentarista
Chapecoense 0 x 2 Flamengo
Flamengo tem que fazer o “dever de casa” e esquecer o restante. Certamente enfrentará um time jogando atrás o que não é nenhuma novidade. Ainda não acabou.

Rafael Penido – Narrador
Chapecoense 0 x 3 Flamengo
Ainda muito desfalcado e muito dependente da individualidade de Michael, o Mengão vai ao sul buscar 3 pontos. Jogo para ganhar confiança, para o Gabi voltar a guardar e para evoluir o coletivo do time. A torcida espera e merece essa resposta.

Túlio Rodrigues – Comentarista
Chapecoense 0 x 3 Flamengo
A Chape faz a pior campanha nos pontos corridos, já está rebaixada, mas deve armar um ferrolho defensivo contra o Flamengo, que terá que encontrar uma forma de furar esse bloqueio para vencer. O Mais Querido vence com gols de Gabigol, Bruno Henrique e Michael.

#REDEPLAN •| Aconteceu, virou notícia!

Ao tentar atingir ex-mulher, homem atira em criança de 5 anos em GO

Goiânia – Um homem foi preso na tarde desse sábado (6/11), suspeito de tentar matar a ex-esposa. No entanto, ele teria atingido uma criança de cinco anos. O fato aconteceu no município de Catalão, a cerca de 262 km da capital goiana.

De acordo com informações da Companhia de Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar, o suspeito atirou na porta da residência da mulher e, depois, invadiu o local “totalmente descontrolado e agressivo”. Como ela não estava, atirou na criança.

Depois do crime, o criminoso teria colocado a vítima dentro de um carro e tentado fugir. Porém, os policiais conseguiram localizá-lo.

Ele foi capturado na avenida Dr. Lamartine Pinto de Avelar, no bairro Ipanema, em Catalão. De imediato, a criança foi resgatada e recebeu o devido socorro.

O suspeito foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio contra a criança. Com ele, os policiais encontraram uma pistola calibre .380, um carregador vazio e um com 12 munições intactas.

#REDEPLAN •| Aconteceu, virou notícia!

Desmonte no Inep: 13 gestores pedem demissão às vésperas do Enem

Marcado para os dias 21 e 28 de novembro, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 está sendo organizado por um órgão do Ministério da Educação que atravessa profunda crise, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Os servidores estão em pé de guerra com o presidente da instituição, Danilo Dupas. Desde a semana passada, há um processo de desmonte da estrutura e saída de gestores técnicos de seus cargos. Nesta segunda-feira (8/11), 13 coordenadores pediram exoneração de seus cargos comissionados.

Na última quinta-feira (4/11), grande parte dos servidores do Inep deixou o trabalho para participar de um ato de protesto contra Dupas, acusado por eles de assédio moral e incompetência.

“O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e os Censos da Educação Básica e da Educação Superior estão em risco, em razão das decisões estratégicas que estão sendo adotadas no âmbito da Presidência do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)”, diz comunicado divulgado pelos representantes dos servidores.

Na sexta (5/11), o coordenador-geral de exames para certificação do Inep, Eduardo Carvalho, e o coordenador-geral de logística da aplicação, Hélio Junio Rocha Morais, pediram exoneração.

Mais gestores planejavam seguir o exemplo, transformando a demissão coletiva em mais um ato de protesto, mas a comoção em torno da morte da cantora Marília Mendonça adiou os planos. Nesta segunda, vieram os pedidos.

Já assinaram pedido de exoneração de seus cargos os servidores Samuel Silva Souza, Camilla Leite Carnevale Freire, Douglas Esteves Moraes de Souza, Patricia da Silva Honório Pereira, Dênis Cristiano de Oliveira Machado, Alani Coelho de Souza Miguel, Natalia Fernandes Camargo, Gizane Pereira da Silva, Marcela Guimarães Côrtes, Vanderlei dos Reis Silva, Nathália Bueno Póvoa e Hélida Maria Alves Campos Feitosa.

O documento assinado cita como justificativa “a situação sistêmica do órgão e a fragilidade técnica e administrativa do Inep”. O texto diz ainda que “não se trata de posição ideológica ou de cunho sindical” e que os servidores reafirmam “o compromisso com a sociedade de manter o empenho com as atividades técnicas relacionadas às metas institucionais estabelecidas em 2021”.
Os problemas do Inep

A gota d’água que motivou a mobilização dos servidores do Inep contra a presidência do órgão foram duas portarias publicadas no Diário Oficial da União. A primeira, dispensa o presidente da autarquia de participar de tomadas de decisões. A outra, minuta número 0797841, o exime de integrar a Equipe de Tratamento de Riscos e Incidentes (Etir) de Brasília.

O Etir de Brasília é o colegiado responsável por resolver problemas no momento em que ocorrem as avaliações coordenadas pelo órgão.

Segundo os servidores, os textos das portarias 371, de 19 de agosto, e 452, de 3 de setembro, estão sendo usados por Danilo Dupas para delegar ao chefe de gabinete algumas atribuições do comando do órgão. Além disso, a minuta o desobriga de bater o martelo na hora de resolver problemas do Enem e do Enade.

Para os funcionários, Dupas, que veio da iniciativa privada, não sabe nem sequer lidar com as responsabilidades de um gestor público.

A atitude do presidente está sendo interpretada ainda como fragilidade no cargo e indicativo de que ele não quer se comprometer com as provas, pois sabe que está prestes a deixar o comando do órgão.

Dupas Ribeiro é o quinto presidente do Inep em três anos de governo do presidente Jair Bolsonaro. Nesse período, houve uma debandada de servidores em cargos de direção.

Os servidores apontam esvaziamento e desmonte do órgão. Em abril deste ano, ex-ministros da Educação e ex-presidentes do órgão denunciaram “apagão educacional” e criticaram o troca-troca no comando do Inep.
Preocupação com o Enem

Presidente da Frente Parlamentar Mista da Educação, o deputado federal Professor Israel Batista (PV) afirma que o desmonte no Inep traz insegurança em relação ao Enem, que tem 3,1 milhões de inscritos em todo o país.

“É uma prova complexa, exige muita dedicação e a presidência do Inep não tem se dedicado de maneira adequada, aparentemente. Tanto que há esse protesto dos servidores, insatisfeitos com a gestão. Então, pode haver problemas de ordem logística, por exemplo, e pode não dar tempo de resolver. Nos traz bastante preocupação, pois pode haver um colapso na véspera da prova”, afirma o parlamentar.

A direção do órgão ainda não se posicionou.


#REDEPLAN •| Aconteceu, virou notícia!

Horóscopo: confira a previsão de hoje (08/novembro) para seu signo

Novos planos para o futuro e carreira se definirão nesta semana que beneficiará associações, parcerias e o amor. Bom período para lançar um empreendimento, ou firmar um negócio. Espere por um convite especial que poderá promover mudanças grandes no lifestyle e no ambiente social. Repense valores e aprofunde relações. A fase trará decisões importantes de vida..
Formalize uma parceria, ou defina uma viagem com o par. A semana trará conquista de prestígio e início de relações. Bom momento para tomar decisões sobre o futuro e ganhar mais liberdade. O pavio estará curto em relacionamentos que não andam ou que causam conflitos. Carreira com reconhecimento e planos de expansão. Finanças estáveis. Conexões internacionais abertas.
Assuma novos desafios e inicie atividades. A semana trará mudança de rotina e um passo maior na carreira. Bom para finalizar um projeto e iniciar outro. A saúde cobrará atenção. Diminua o estresse cotidiano com exercícios físicos e maior liberdade de agenda. Amor com mais cumplicidade e união. Some forças no trabalho e promova as mudanças necessárias no lifestyle.
Boas relações, entendimento no amor e com parceiros marcarão esta semana que favorecerá mudanças de comportamento, criatividade e ganho de poder. Harmonize os relacionamentos e comece novos projetos. Se estiver só, novo envolvimento ganhará intimidade aos poucos e será transformador. Fase aberta a viagens e planos de desenvolvimento. Conquistas pela frente!
Resolva pendências da casa e da família. A semana trará organização e cotidiano mais agradável. Bom momento para encerrar o passado e elevar seus padrões. Reestruturações cobrarão paciência e iniciativas nas relações. Hora de criar bases fortes para o futuro e dar uma virada de vida. Amizades especiais contribuirão com soluções. Cuide da saúde e do corpo.
Rotina exigente e comunicações aceleradas anunciam uma semana agitada e produtiva. Talvez você mude a maneira de pensar e assuma uma missão especial. Fase positiva para se expor e brilhar publicamente. O amor inspirará passos maiores na carreira. Assuntos do coração ganharão novo entendimento e perspectivas mais amplas. Paixão em alta! Derrube barreiras
A semana trará harmonia familiar, conforto e construção de maior estabilidade financeira. Planeje ações e investimentos com paciência. Fortalecer bases materiais e afetivas será prioridade. Planeje uma viagem com antecedência e reúna a família. Trabalho com perspectivas de crescimento financeiro, ganho de prestígio e segurança. Conte com poder de negociação.
Conversas carinhosas, entendimento com irmãos, novos contatos e informações atraentes esclarecerão decisões de vida. A semana favorecerá mudanças e novos começos. Sintonia com os filhos e clima mágico no amor elevarão os sentimentos. Bom momento para romper barreiras de comunicação nos relacionamentos. Resolva assuntos comerciais com maior facilidade.
Boas notícias na área financeira darão tranquilidade nesta semana. Firme bons acordos e inove o trabalho. Sintonia com a família e planos de longo prazo com o par servirão de suporte para você finalizar um ciclo e iniciar outro. Fase de balanço dos últimos tempos e de reconsiderações. Relaxe, medite, reflita e ordene ideias. Aproveite também para comprar presentes. Amor estável.
Lindo momento no amor. Aproveite a semana para criar planos a dois e curtir prazeres diferentes. A vida social será agitada por muitos convites e trocas carinhosas. Com Vênus em seu signo, seus encantos e beleza natural estarão em destaque. Bom para renovar o visual, mudar a imagem e surpreender com looks originais. Resolva pendência com uma amizade.

Concretize sonhos e dê um passo maior na carreira. A semana trará decisões sobre o futuro e metas profissionais mais altas. Assuma novos desafios, aposte nos planos de expansão e brilhe publicamente. A fase será de sucesso e de maior visibilidade. Conquista também na área financeira. Contrato insatisfatório poderá ser renegociado ou rompido. Reestruturações positivas.

Viagem com amigos e o par será tudo de bom. Um convite cobrará resposta rápida. Ganhe mais mobilidade nesta semana e embarque em novas experiências. Atividade em outra localidade ou on-line abrirá portas. Hora de vencer os medos, renovar crenças e expandir os horizontes. Finalize um processo com apoio de uma amizade. Novas conexões. Associações positivas.

#REDEPLAN •| Aconteceu, virou notícia!

Covid-19: Brasil registra 389 mortes e mais de 13 mil casos em 24 horas

Nesta sexta-feira (5), as médias móveis de óbitos e de infecções ficaram em 228 e 9.865, respectivamente

O Brasil tem um total de 609.060 mortes e 21.862.458 casos de Covid-19 confirmados desde o início da pandemia. Agência de saúde

O Brasil registrou 389 mortes e 13.321 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Nesta sexta-feira (5), as médias móveis de óbitos e de infecções ficaram em 228 e 9.865, respectivamente.

Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Com a atualização, o país tem um total de 609.060 mortes e 21.862.458 infecções confirmadas desde o início da pandemia, em março de 2020.

Antiviral da Pfizer contra a Covid-19
A farmacêutica Pfizer informou nesta sexta-feira que sua pílula antiviral experimental contra o coronavírus reduziu o risco de hospitalização e morte em pacientes de alto risco que participaram do estudo. As chances de casos graves foram reduzidas em 89% com o medicamento.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que os Estados Unidos garantiram milhões de doses da pílula, para o caso de o medicamento se tornar um tratamento eficaz contra a doença.

A farmacêutica Pfizer está em negociações com 90 países sobre contratos para fornecimento da pílula experimental.

Vacina da Pfizer para crianças
A Pfizer deve pedir o registro definitivo da vacina contra Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos de idade na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) até a próxima sexta-feira (12).

Atraso na segunda dose
Até o dia 25 de outubro, mais de 14 milhões de pessoas estavam com a segunda dose da vacina contra Covid-19 no Brasil atrasada em ao menos 15 dias. O número é o dobro do observado em 15 de setembro, quando foram registrados 7 milhões, de acordo com a segunda edição do Boletim VigiVac da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) da Bahia.

Covid-19 na Europa
A Europa está enfrentando um inverno potencialmente devastador, que pode levar meio milhão de pessoas a morrer por Covid-19, alertou a Organização Mundial da Saúde (OMS) na quinta-feira (4), quando lançou um alerta sobre um aumento de casos e lamentou as falhas na vacinação em determinadas áreas do continente.

#REDEPLAN •| Aconteceu, virou notícia!

Bolsonaro presta depoimento no inquérito sobre tentativa de interferência na PF

A Polícia Federal tomou o depoimento do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que apura a sua suposta tentativa de interferir politicamente na corporação para blindar familiares e aliados de investigações.



Bolsonaro foi ouvido na noite desta quarta-feira (3). No mês passado, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou deu prazo de 30 dias para a PF tomar presencialmente — o depoimento do presidente.

De acordo com uma fonte ouvida pela TV Globo, Bolsonaro respondeu a todas as perguntas.

Inquérito

O inquérito foi aberto pelo STF em abril do ano passado, a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR) e tem como base acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Segundo Moro, Bolsonaro tentou interferir em investigações da PF ao cobrar a troca do chefe da Polícia Federal no Rio de Janeiro e ao exonerar o então diretor-geral da corporação Maurício Valeixo, indicado por Moro. Bolsonaro nega ter tentado interferir na corporação.



Sergio Moro tem afirmado que estão entre as provas de que Bolsonaro tentou interferir na PF mensagens trocadas pelos dois em um aplicativo e a reunião ministerial de 22 de abril de 2020.

Na ocasião, Bolsonaro disse: “Já tentei trocar gente da segurança nossa no Rio de Janeiro e oficialmente não consegui. Isso acabou. Eu não vou esperar f… minha família toda de sacanagem, ou amigo meu, porque eu não posso trocar alguém da segurança na ponta da linha que pertence à estrutura. Vai trocar. Se não puder trocar, troca o chefe dele. Se não puder trocar o chefe, troca o ministro. E ponto final. Não estamos aqui para brincadeira.”

#REDEPLAN •| Aconteceu, virou notícia!

Cresce número de furtos de alimentos em Goiás

Segundo Defensoria Pública, 20% das audiências de custódia atendidas pelo órgão, entre julho e outubro, eram deste tipo de crime. Defensor vê relação direta com aumento da pobreza

A Defensoria Pública de Goiás (DPE-GO) registrou, entre julho e outubro deste ano, que 20% das audiências de custódia realizadas pelo órgão foi por prisão em flagrante de pessoas que furtaram alimento. O defensor público Luiz Henrique Silva Almeida alertou que os casos têm crescido em todo o país. O principal motivo é o aumento da pobreza.

Titular da 4ª Defensoria Pública Especializada Criminal da Capital, Luiz Almeida relaciona a atual situação do país com o aumento de casos desse tipo de furto. “Não há dúvidas de que é crescente o empobrecimento da população, o que leva as pessoas a praticarem esse tipo de conduta, por completa necessidade. Temos visto pessoas revirando lixo, comprando ossos para ter o que comer”, apontou o defensor.

No total, foram realizadas 125 audiências de custódia pela DPE-GO entre julho e outubro deste ano. Destes, 22 eram prisões em flagrante por furto famélico, quando a pessoa comete o crime com o propósito de se alimentar. Os principais produtos foram carnes, higiene pessoal, utensílios para cozinha, chocolates e outros alimentos. Todos os envolvidos estão em liberdade.

No direito penal há o chamado princípio da insignificância, quando o valor do furto é tão baixo que não causa prejuízo à vítima. No entanto, é preciso passar pelos trâmites legais. “A primeira questão é perceber que esse tipo de conduta não traz um problema de segurança, mas um problema social. Não é o Direito Penal o meio adequado para tratar a questão. O direito à alimentação é previsto na Constituição e fica claro que o Estado falhou na sua missão”, destacou o defensor.

O defensor público Leonardo Stutz, titular da 1ª Defensoria Pública Especializada Criminal da Capital, acredita que a punição judicial deveria ser o último recurso adotado a essas pessoas. Stutz diz que as medidas punitivas não solucionam o problema e defende que a prisão dessas pessoas não trará benefícios, para a sociedade ou para o indivíduo.

Insegurança Alimentar

No mês de outubro, em Goiânia, o preço da cesta básica chegou a R$ 538,61, quase metade do salário-mínimo (R$ 1.100,00). Dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV) apontam que 24% dos goianos viviam com até R$ 450,00 no mês de agosto. Goiás figura entre os cinco estados da federação onde a pobreza mais cresceu no período entre novembro de 2019 e janeiro de 2021.

Desde 2004, o nível de insegurança alimentar grave da população brasileira nunca esteve tão alta. Naquele tempo 9,5% da população convivia com a fome diariamente. Um levantamento feito pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede PENSSAN), no último trimestre de 2020, apontou que 9% da população atingiu o estado de insegurança alimentar grave, o equivalente a 19,1 milhões de brasileiros.

De acordo com o relatório O Vírus da Fome se Multiplica, da Oxfam Brasil (Comitê de Oxford para Alívio da Fome), o percentual de brasileiros que vivem em extrema pobreza quase triplicou desde o início da pandemia. Passou-se de 4,5% para 12,8%. No final de 2020, 116 milhões de brasileiros enfrentavam algum nível de insegurança alimentar.

#REDEPLAN •| Aconteceu, virou notícia!

Instagram está passando por instabilidades; rede social confirma problemas

O problema foi confirmado pelo perfil do próprio Instagram em uma rede social concorrente, o Twitter

O Instagram está apresentando instabilidades nesta quarta-feira. O problema foi confirmado pelo perfil do próprio Instagram em uma rede social concorrente, o Twitter.

“Estamos conscientes de que alguns de vocês estão tendo problemas para acessar nossos aplicativos de mensagens no momento. Estamos trabalhando para corrigir as coisas o mais rapidamente possível. Desculpem por qualquer inconveniência e segurem firme”, escreveu o perfil responsável pelas comunicações oficiais do Instagram no Twitter.

Para algumas pessoas, aparece um aviso dizendo: “O link em que você clicou pode não estar funcionando, ou a página pde ter sido removida”.

No site Down Detector, que reúne relatos de problemas de acesso, o Instagram tem mostrado picos de quedas desde as 15h, com um pico às 15h43, quando houveram 1.200 notificações do problema.

Também no Twitter, usuários têm utilizado a hashtagh #InstagramDown para relatar problemas. Há reclamações em diversos idiomas.

A instabilidade acontece praticamente um mês depois após WhatsApp, Facebook e Instagram (todos da mesma empresa) terem ficado quase seis horas fora do ar no último dia quatro de outubro.

A empresa Facebook, que é dona do Instagram, mudou de nome na última semana. Segundo seu CEO, Mark Zuckerberg, a mudança foi feita para refletir o foco da companhia no “metaverso“.

#REDEPLAN •| Aconteceu, virou notícia!