Veja quem eram o casal e os dois filhos, de 5 e 9 anos, mortos em acidente na DF-128 | RP

Manuela Felix, Leandro Cortez Gomes e as crianças, Melissa e Luan, estavam em carro que bateu de frente com caminhão, nesta sexta-feira (8). Nas redes sociais, houve comoção.

Nas redes sociais, as mensagens são de luto pela perda de uma família inteira. Manuela Felix, o marido, Leandro Cortez Gomes, e os dois filhos do casal, Melissa, de 5 anos, e Luan, de 9, morreram após o carro em que estavam bater de frente com um caminhão. O acidente foi nesta sexta-feira (8), na DF-128, entre Planaltina-DF e Planaltina Goiás.

Leandro era natural de Poção de Pedras, no Maranhão, e trabalhava em uma fábrica, em Sobradinho II. Ele e Manuela estavam juntos desde 2008, mas casaram-se oficialmente no ano passado.Manuela morava em Sobradinho e, pelo Instagram, há poucos dias contava sobre os projetos para o futuro, com o novo trabalho. Ela havia recém aberto uma loja, no Entorno do DF.

“Estou criando essa loja do zero e apostando todas as minhas fichas neste projeto”, escreveu.

Em fevereiro, a família tinha feito uma viagem para Caldas Novas (GO). Manuela postou fotos com o marido e os filhos.

Em 2018, Manuela chegou a dizer o quanto a família era unida.

“De tudo que o dinheiro não pode comprar, juntos nós já choramos, sofremos e por diversas vezes a vida tentou nos separar, mas também juntos nós construímos algo que se tornou indestrutível. Ao longo desse tempo, sorrimos, dançamos, bebemos, nos divertimos e nos amamos. Eternizamos milhares de momentos incríveis”, escreveu.

“Estou sem chão com essa tragédia”, comenta outra amiga no perfil da mãe da jovem.

“Não tenho palavras para expressar a tamanha tristeza”, postou uma amiga da mãe de Manuela.

Até a última atualização desta reportagem, não havia informações sobre o sepultamento da família.

Na quarta-feira (6), na mesma rodovia, um outro acidente – também uma colisão frontal – provocou a morte de duas pessoas. Uma mulher, que estava sozinha em um dos carros, faleceu no local.

No outro carro, onde havia quatro pessoas, um idoso, de 92 anos, perdeu a vida. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem foi resgatado com dificuldade para respirar, alteração de sinais vitais e suspeita de fraturas no braço direito e na perna esquerda.

A DF-128 dá acesso à Planaltina de Goiás. A via é de mão dupla e os motoristas reclamam que acidentes graves são comuns na região.

Como se trata de uma rodovia de passagem para outras regiões e onde há produção agrícola, o tráfego de caminhões é intenso.

“É uma pista perigosa e deveria ser duplicada há muito tempo. O fato de ser única e reta, o pessoal corre muito e tem muita ultrapassagem. Quase todas as batidas são frontais”, disse o motorista Francisco Paiva à TV Globo, na sexta-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s