Filhos assassinam o pai a pauladas para vingar a morte da mãe, em Goiás


Um crime bárbaro, ocorrido entre essa segunda (24/1) e esta terça-feira (25/1), destruiu uma família em Caldas Novas, no sul goiano. Dois filhos, um de 26 e outro de 28 anos, são suspeitos de terem matado o próprio pai a pauladas, depois de suspeitarem que ele havia matado a esposa e, portanto, mãe deles. O corpo dela foi encontrado pela polícia na zona rural da cidade, próximo à ponte do Rio Pirapitinga.

O casal Edna Gonçalves dos Santos, de 47 anos, e Sendomar Lucindo de Oliveira, de 54, vivia uma relação conflituosa, nos últimos meses, o que já vinha deixando os filhos em alerta. Nessa segunda, após o sumiço repentino dos dois, a família ficou preocupada e procurou a delegacia de Caldas Novas para comunicar o desaparecimento de ambos. Todos já temiam pela segurança de Edna.

Os próprios filhos começaram a fazer buscas pela região. Segundo a Polícia Civil de Goiás (PCGO), Bruno Gonçalves de Oliveira, 28, e Lucas Gonçalves de Oliveira, 26, localizaram o veículo do pai, na madrugada desta terça-feira (25/1), abandonado numa estrada rural, próxima à pista de aeromodelismo de Caldas Novas.

Os rapazes estranharam o fato e conduziram o veículo de volta até a residência dos pais. Eles chegaram à chácara onde o casal vivia por volta das 2h e encontraram o pai saindo do mato sem roupa, com marcas de agressão e bastante agitado. De acordo com a investigação, Sendomar estava agressivo e teria começado uma luta física com os filhos.

Tortura até a morte

Bruno e Lucas teriam conseguido conter o pai e o amarraram em uma árvore. Eles começaram a perguntar para ele sobre o paradeiro da mãe, enquanto o agrediam fisicamente com pauladas. Sendomar não teria respondido aos questionamentos dos filhos e foi torturado até a morte.

A polícia apurou que os filhos o mataram e teriam, em seguida, jogado óleo diesel sobre o corpo dele. Os rapazes, no entanto, não conseguiram incendiá-lo e fugiram, abandonando o corpo no local.

Ao iniciar as buscas e diligências sobre o caso, os agentes do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Caldas Novas encontram o corpo de Sendomar e, também, da esposa Edna.

Prisão em flagrante

Nesta terça-feira, Bruno e Lucas foram presos em flagrante. Eles foram conduzidos até a delegacia local, onde foram autuados. Segundo o delegado responsável pelo caso, Tiago Fraga Ferrão, a prisão ocorreu por volta das 12h.

Até a tarde desta terça, eles ainda não tinham sido interrogados, oficialmente. Os irmãos foram levados para fazer os exames e procedimentos necessários, mas, de acordo com o delegado, eles já constituíram advogado e a orientação, a princípio, é que eles permanecerão em silêncio.

(Fonte:Metrópoles)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s