Devido as fortes chuvas comitiva de Ronaldo Caiado atola na GO-241, em Goiás

Ronaldo Caiado chamou a atenção para as dificuldades de trafegabilidade das rodovias

Durante a manhã da última sexta-feira (30/12) a comitiva do governado do estado de Goiás, Ronaldo Caiado, enfrentou dificuldades para passar pelas rodovias localizadas na região noroeste do estado. Durante o trajeto, o grupo chegou a atolar, por duas vezes, na GO-241, entre os municípios de Cavalcante e Porangatu, devido às fortes chuvas que vem atingindo a região.

Ronaldo Caiado já havia deixado claro anteriormente que pretendia passar a virada do ano na cidade de Teresina de Goiás. Todavia, as condições climáticas impediram que fossem feitas vistorias aéreas sobre a região. Em meios aos percalços e desafios para chegar até o seu local de destino, Caiado chamou a atenção para as dificuldades de trafegabilidade das rodovias.

A Agência nacional de Infraestrutura e Transporte (Goinfra) informou que foi criado um plano de contingência pra atender às necessidades emergencial destes municípios afetados pelas fortes chuvas. O gasto estimado destas ações está em cerca de R$ 80 milhões.

Esta semana, Cavalcante decretou estado de calamidade pública após fortes chuvas

As chuvas intensas que vem atingindo o estado de Goiás, fizeram com que o município de Cavalcante, localizado a 500 km de Goiânia, decretasse estado de calamidade pública. O decreto terá duração inicial de 90 dias, com a possibilidade de prorrogação por até 180 dias. Em vídeos que circulam nas redes sociais, moradores são vistos com água na altura do peito enquanto tentam recuperar objetos que foram levados pelas fortes chuvas.

Rodrigo Batista Neves é o secretário de Turismo e Meio Ambiente da cidade, e relata que nos últimos 30 anos, estes são os registros mais recentes de chuvas tão intensas na região. O volume de chuvas na região se encontra tão elevado que moradores ficaram isolados e desabrigados em algumas áreas, devido à criticidade em que algumas regiões se encontram.

A força das chuvas é tanta que algumas pontes localizadas em Cavalcante foram levadas e deslizamentos de terra foram registrados em regiões de encostas. Dentre as áreas atingidas, destacam-se as Serras das Almas, Vão do Moleque e Rio Bonito, localizado na saída para as Colinas do Sul.

#REDEPLAN • Aconteceu, virou notícia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s