Cão que foi queimado ganhou uma nova vida e a história é linda! | RP

Essa história linda que envolve Glaucia, um cachorro que sofreu com a violência das ruas, e um morador de rua, começou quando Glaucia chegava do serviço, e avistou um cachorro entristecido, com um notável ferimento no corpo deitado na porta de sua casa. Ela muito comovida, tomou uma decisão com o esposo, pois eles já tinham uma cachorra em casa, que foi inclusive, retirada da rua por ela, pois a cachorra havia sido atropelada e abandonada.

.
PUBLICIDADE
.

O caso se tornou público quando o vídeo [ASSISTA AQUI] gravado por uma internauta e postado em nossa página na internet, onde o morador de rua indignado mostrava a covardia que fizeram com seu amigo, o cão, e pedia ajuda para tratá-lo. O caso aconteceu há mais de dois meses em uma via pública de Planaltina Goiás, e causou muita indignação com tal ato feito contra o cão.

Ela conta que quando estava na rua onde o Pai mora, o morador de rua que se chama Fábio, com lágrimas nos olhos, pediu à ela para que cuidasse do amigo, o cãozinho. Ela conta ainda que ofereceu ao Fábio internação em uma casa de recuperação voluntária, e ele concordou, foi levado, mas ficou apenas uma semana e voltou às ruas. Ela ressalta ainda que caso Fábio queira voltar para o centro de recuperação, ela está disposta à levá-lo.

Com a primeira noite com cachorro da raça Lord em casa, ela ficou agoniada pois o cachorro sofria com dores e estava assustado, e ela não tinha dinheiro para comprar os medicamentos. Nos dias seguintes com o dinheiro em mãos, ela levou o cão até o veterinário para começar o tratamento dos ferimentos. Não demorou muito, e o cão que recebeu o nome de Teddy, estava lindo e bem melhor.

Fábio não era o dono do animal, o cachorro apenas passou a acompanhar o morador de rua, e surgiu uma amizade entre os dois. Glaucia conta que ‘perguntou’ ao cão se estava tudo bem, e ele cumprimentou-a colocando a pata em sua mão, com o sentimento de que precisava de ajuda, e que estava nas mãos da pessoa que iria cuida-lo. Glaucia acredita que o cão pertencia à alguém, e que após se perder pelas ruas, ficou com o morador de rua.

Ela conta que a preocupação de Fábio com o cão era emocionante, pois ele quando estava no centro de recuperação, perguntava como estava o animal e se poderia vê-lo. Ela então levou o Teddy após alguns dias de tratamento e com banho tomado até o centro de recuperação para visitar o amigo.

Glaucia conta que ficou surpresa com a nossa reportagem mostrando o caso, e principalmente pela nossa busca em saber como estava o cãozinho: “Deus agrada de coração assim. Temos que usar essa ferramenta tão poderosa que é a internet para usar para o bem!”. E diz mais: “Não precisa de dinheiro e nem remédios caros, basta dar o primeiro passo que é querer ajudar, porquê no dia eu não tinha 1 real para ajudar ele”. E concluíu: “foi Deus que mandou o Teddy pra mim…pra mim e pra minha família”.

Veja algumas fotos de Teddy antes e depois:

P
ublicado por: Jefferson Xavier
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s